Projetos pedagógicos de cursos de saúde e sua articulação com as políticas públicas para a formação em saúde no Brasil

Revista Docência do Ensino Superior

Endereço:
Avenida Presidente Antônio Carlos, 6627, Prédio da Biblioteca Central, 1º Andar (entrada lateral) - Campus Pampulha
Belo Horizonte / MG
31270901
Site: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rdes/index
Telefone: (31) 3409-6451
ISSN: 22375864
Editor Chefe: Zulmira Medeiros
Início Publicação: 30/09/2011
Periodicidade: Anual
Área de Estudo: Multidisciplinar

Projetos pedagógicos de cursos de saúde e sua articulação com as políticas públicas para a formação em saúde no Brasil

Ano: 2017 | Volume: 7 | Número: 1
Autores: Lucimar Daniel Simões Salvador, Paulo Afrânio Sant'Anna
Autor Correspondente: Lucimar Daniel Simões Salvador | [email protected]

Palavras-chave: Formação em saúde, Diretrizes Curriculares, Pró-Saúde, Currículo

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Este estudo objetivou compreender como os projetos pedagógicos dos cursos de saúde de uma instituição pública de ensino superior articulam, nas dimensões política e pedagógica, as orientações curriculares preconizadas nas Diretrizes Curriculares Nacionais – DCNs (2001, 2002) e no Programa Nacional de Reorientação da Formação Profissional em Saúde – Pró-Saúde (2005). Trata-se de um estudo de caso, exploratório e de enfoque qualitativo, com uso da técnica da pesquisa documental e submissão dos dados à análise de conteúdo. Os resultados revelaram que os Projetos Pedagógicos de Cursos (PPCs) articulam, na dimensão política, um ideário de formação coerente com as DCNs e o Pró-Saúde. Entretanto, na dimensão pedagógica, não alcançaram o grau proposto nessas políticas, devido à predominância de currículos disciplinares com dissociação entre os ciclos básico e profissional. Isso sinaliza a necessidade de investimento institucional na capacitação e no desenvolvimento docente para as mudanças propostas. A integração ensino/trabalho exige esforço político-gerencial para a transformação dos cenários de práticas da rede pública de serviços em campos de formação profissional.



Resumo Inglês:

This study aimed to understand how the pedagogical projects of the health courses of a public institution of higher education articulate, in the political and pedagogical dimensions, the curricular guidelines recommended in the National Curriculum Guidelines (Diretrizes Curriculares Nacionais – DCNs, 2001, 2002) and in the National Program for the Reorientation of Health Professional Training - Pró-Saúde (2005). It is an exploratory case study, with a qualitative approach, using the documentary research technique and submission of data to content analysis. The results revealed that the Pedagogical Projects of Courses (PPCs) articulate, in the political dimension, an ideology of formation coherent with the DCNs and the Pró-Saúde. However, in the pedagogical dimension, they did not reach the proposed level in these policies, due to the predominance of disciplinary curricula with dissociation between the basic and the professional cycles. This reveals the need for institutional investments in teacher’s training and development for the proposed changes. The teaching/working integration requires political-managerial eff orts in order to transform the public service practice scenarios into professional training fields.