TRAUMA CRANIOENCEFÁLICO: RELATO DE CASO

Environmental Smoke

Endereço:
Rua Comerciante Antônio de Souza Lima, 25 - Mangabeira
João Pessoa / PB
58055-060
Site: https://www.environmentalsmoke.com.br
Telefone: (83) 2177-7648
ISSN: 2595-5527
Editor Chefe: Dimitri de Araujo Costa
Início Publicação: 12/08/2018
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Ciências Agrárias, Área de Estudo: Ciências Biológicas, Área de Estudo: Ciências da Saúde, Área de Estudo: Ciências Exatas, Área de Estudo: Ciências Humanas, Área de Estudo: Ciências Sociais Aplicadas, Área de Estudo: Engenharias, Área de Estudo: Linguística, Letras e Artes, Área de Estudo: Multidisciplinar

TRAUMA CRANIOENCEFÁLICO: RELATO DE CASO

Ano: 2020 | Volume: 3 | Número: 1
Autores: Milane Sales Souza, Raoni Tavares Barbosa, Grazielly Diniz Duarte, Mayara Layssa Timoteo dos Santos, José Andreey Almeida Teles, Felipe Eduardo da Silva Sobral
Autor Correspondente: Milane Sales Souza | [email protected]

Palavras-chave: Feline, Physical injury, Traumatic brain injury

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O traumatismo crânio-encefálico (TCE) é uma agressão feita ao cérebro, de caráter físico, compreendida por uma força externa, ou por uma aceleração ou desaceleração de alta intensidade do cérebro dentro do crânio, que pode produzir lesão anatômica ou comprometimento funcional no folículo piloso, crânio ou meninges, tanto na medicina humana quanto na veterinária é uma importante causa de morbidade e mortalidade. As lesões encefálicas no TCE podem ser classificadas em difusas e focais. O manejo de pacientes com TCE se baseia na estabilização rápida, diagnóstico e controle das lesões secundárias. A recuperação do animal depende em geral da gravidade da lesão, da qualidade e rapidez na instituição do tratamento. Compreender os mecanismos fisiopatológicos da lesão cerebral no traumatismo cranioencefálico é fundamental para o estabelecimento de medidas terapêuticas clínicas e cirúrgicas. Este relato aborda o acompanhamento clínico feito entre os dias 09 e 18 de junho de 2018. O felino denominado Belchior, macho, sem raça definida, de pelagem mesclada, com idade aproximada de 1,2 anos, castrado, convivia com outro felino, residia em casa, porém regularmente transitava por residências adjacentes. Foi atendido em uma clínica veterinária particular, apresentando-se totalmente alheio a estímulos externos e ambientais, em nível de consciência de estupor, com escoriações superficiais nas regiões oral (comissura labial direita) e infra orbital (direita). Foi coletado material para exames laboratoriais e, após a reunião das informações obtidas e observações do animal, houve suspeita clínica de TCE. Ao final do acompanhamento, entre variações no quadro clínico, o animal foi a óbito no dia 18/06/2018 aproximadamente às 03:00h da manhã.



Resumo Inglês:

Traumatic brain injury (TBI) is a physical brain injury comprised of an external force or a high-intensity acceleration or deceleration of the brain within the skull that can produce anatomical damage or functional impairment in the follicle. hair, skull, or meninges in both human and veterinary medicine is a major cause of morbidity and mortality. Brain lesions in TBI can be classified as diffuse and focal. The management of patients with TBI is based on rapid stabilization, diagnosis and control of secondary lesions. The recovery of the animal generally depends on the severity of the injury, the quality and the speed in the institution of treatment. Understanding the pathophysiological mechanisms of brain injury in traumatic brain injury is fundamental for the establishment of clinical and surgical therapeutic measures. This report addresses the clinical follow-up between June 9 and 18, 2018. The feline named Belchior, male, no defined race, mixed-breed, approximately 1.2 years old, castrated, living with another feline, residing at home but regularly passed through adjacent residences. He was seen at a private veterinary clinic, totally oblivious to external and environmental stimuli, at the level of stupor awareness, with superficial abrasions in the oral (right lip commissure) and infra orbital (right) regions. Material was collected for laboratory tests and, after gathering the information obtained and observations of the animal, there was clinical suspicion of TBI. At the end of the follow-up, among variations in the clinical picture, the animal died on 06/18/2018 at approximately 03:00 in the morning.



Resumo Espanhol:

La lesión cerebral traumática (TCE) es una agresión física al cerebro compuesta por una fuerza externa o una aceleración o desaceleración de alta intensidad del cerebro dentro del cráneo que puede producir daño anatómico o deterioro funcional en el folículo. El cabello, el cráneo o las meninges, tanto en la medicina veterinaria como en la humana, son una causa importante de morbilidad y mortalidad. Las lesiones cerebrales en TCE se pueden clasificar como difusas y focales. El tratamiento de los pacientes con TBI se basa en la rápida estabilización, el diagnóstico y el control de las lesiones secundarias. La recuperación del animal generalmente depende de la gravedad de la lesión, la calidad y la velocidad en la institución de tratamiento. La comprensión de los mecanismos fisiopatológicos de la lesión cerebral en la lesión cerebral traumática es fundamental para el establecimiento de medidas terapéuticas clínicas y clínicas. Este informe aborda el seguimiento clínico entre el 9 y el 18 de junio de 2018. El gato macho Belchior, de raza no definida, de aproximadamente 1.2 años de edad, castrado, viviendo con otro felino, que reside en su hogar. Pero regularmente pasa por residencias adyacentes. Fue visto en una clínica veterinaria privada, totalmente ajeno a los estímulos externos y ambientales, a nivel de estupor, con abrasiones superficiales en las regiones oral (comisura del labio derecho) e infra orbital (derecha). El material fue recolectado para pruebas de laboratório y, después de recopilar la información obtenida y las observaciones del animal, hubo sospecha clínica de TCE. Al final del seguimiento, entre las variaciones en el cuadro clínico, el animal murió el 18/06/2018 aproximadamente a las 03:00 de la mañana.