Tratamentos criogênicos nos metais

Revista Sítio Novo

Endereço:
202 Sul, Avenida Joaquim Teotônio Segurado, ACSU-SE 20, Conjunto 1, Lote 8 - Reitoria do IFTO - Plano Diretor Sul
Palmas / TO
77020450
Site: http://sitionovo.ifto.edu.br
Telefone: (63) 3224-2214
ISSN: 2594-7036
Editor Chefe: Kallyana Moraes Carvalho Dominices
Início Publicação: 19/10/2017
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Multidisciplinar

Tratamentos criogênicos nos metais

Ano: 2019 | Volume: 3 | Número: 2
Autores: Weimar Silva Castilho
Autor Correspondente: Weimar Silva Castilho | [email protected]

Palavras-chave: Alívio de tensões, metais, tratamento criogênico

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Os tratamentos térmicos criogênicos nos metais são utilizados sobretudo para aumentar a resistência ao desgaste e a tenacidade. É fato que ferramentas tais como brocas e fresas helicoidais, que trabalham em altas velocidades e sob altas temperaturas, necessitam de alta dureza e resistência, sem intercorrência em condições extremas de operação. A inserção da etapa de alívio de tensões antes desses tratamentos é uma prática corriqueira nas indústrias, com a finalidade de evitar trincas devido aos gradientes térmicos durante o processo de resfriamento do metal. A obtenção de tais propriedades mecânicas é feita através dos tratamentos térmicos de têmpera e revenido. Entretanto, trabalhos anteriores indicaram que essa prática está diretamente relacionada a um efeito estabilizador da austenita retida. O presente trabalho é uma revisão da literatura que teve objetivo de apresentar as alterações na microestrutura dos metais após tratamento criogênico.



Resumo Inglês:

Cryogenic heat treatments in metals are mainly used to increase, wear resistance and toughness. It is imperative that such tools as drills and helical mills, which work at high speeds and at high temperatures, when in service to both need high hardness and resistant, without intercurrence in extreme conditions of operation. The insertion of the stress relief step before these treatments is a common practice in industries, in order to avoid cracking due to thermal gradients during the metal cooling process. The obtaining of such mechanical properties is done through the tempering and tempering heat treatments. However, previous work has indicated that this practice is directly related to a stabilizing effect of the retained austenite. The present work is a review of the literature that had the objective to present the changes in the microstructure of the metals after cryogenic treatment.