Reprodução de Trichospilus diatraeae Cherian & Margabandhu (Hymenoptera: Eulophidae) em Pupas de Anticarsia gemmatalis Hübner (Lepidoptera: Noctuidae) em Relação à Idade do Parasitoide e Hospedeiro

Entomobrasilis

Endereço:
R. Barão de Vassouras, 33 - Sala 07B - Centro
Vassouras / RJ
27700000
Site: https://www.entomobrasilis.org
Telefone: (21) 9938-5953
ISSN: 19830572
Editor Chefe: William Costa Rodrigues
Início Publicação: 31/03/2008
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Agronomia, Área de Estudo: Zoologia, Área de Estudo: Ecologia, Área de Estudo: Zoologia

Reprodução de Trichospilus diatraeae Cherian & Margabandhu (Hymenoptera: Eulophidae) em Pupas de Anticarsia gemmatalis Hübner (Lepidoptera: Noctuidae) em Relação à Idade do Parasitoide e Hospedeiro

Ano: 2012 | Volume: 5 | Número: 1
Autores: Patrik Luiz Pastori, José Cola Zanuncio, Robson Oliveira Silva, Fabricio Fagundes Pereira, Rosalia Azambuja, José Milton Milagres Pereira
Autor Correspondente: Patrik Luiz Pastori | [email protected]

Palavras-chave: Criação massal, hospedeiro alternativo, resposta funcional.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A reprodução de parasitoides apresenta etapas interligadas e a idade de hospedeiros e parasitoides pode afetar o desenvolvimento desses
últimos. Características biológicas de fêmeas de Trichospilus diatraeae Cherian & Margabandhu (Hymenoptera: Eulophidae), com até 96 horas de
idade, foram estudadas em pupas do hospedeiro alternativo Anticarsia gemmatalis Hübner (Lepidoptera: Noctuidae). Cada pupa de A. gemmatalis
com 0-24, 24-48, 48-72 ou 72-96 horas de idade, foi oferecida ao parasitismo por 10 fêmeas de T. diatraeae com 0-24, 24-48, 48-72 ou 72-96 horas
de idade, por 24 horas à 25 ± 2oC, umidade relativa de 70 ± 10% e fotofase de 14 horas. A emergência, o número de descendentes, a duração do ciclo,
a razão sexual, a longevidade e largura da cápsula cefálica de machos e de fêmeas de T. diatraeae apresentaram resposta semelhante para o efeito
idade das pupas desse hospedeiro e fêmeas desse parasitoide em conjunto. No entanto, houve redução da emergência, número de descendentes e
longevidade das fêmeas de T. diatraeae com duração do ciclo se ajustando a uma função quadrática quando se avaliou apenas o efeito da idade do
parasitoide. Pupas de A. gemmatalis, com até 96 horas de idade, podem ser usadas para criação massal de T. diatraeae utilizando-se fêmeas desse
parasitoide com até 96 horas de idade.



Resumo Inglês:

Reproduction of parasitoids presents interconnected steps and the ages of hosts and parasitoids can affect the development of parasitoids.
Biological parameters of Trichospilus diatraeae Cherian & Margabandhu (Hymenoptera: Eulophidae), at up to 96 hours of age were studied on pupae
of the alternative host Anticarsia gemmatalis Hübner (Lepidoptera: Noctuidae) pupae. Each A. gemmatalis pupae from 0-24, 24-48, 48-72 or 72-96
hours of age, was offered to parasitism to 10 females of T. diatraeae at 0-24, 24-48, 48-72 or 72-96 hours of age for 24 hours at 25 ± 2°C, relative
humidity of 70 ± 10% and photophase of 14 hours. Emergency, number of offspring, length of cycle, sex ratio, longevity and width of cephalic capsule
of males and females of T. diatraeae showed similar response when effect of age of pupae and females of parasitoid were evaluate jointly. However,
emergency, number of offspring and longevity of females of T. diatraeae were reduced as length of cycle was being adjusted to a quadratic function
when only effect of age of parasitoid was evaluated. Pupae of A. gemmatalis with up to 96 hours of age can be used for mass rearing of T. diatraeae
using females at up to 96 hours of age.