Quilombos e a questão da Segurança Nacional no Brasil

identidade!

Endereço:
Rua Amadeo Rossi, 467, Morro do Espelho, São Leopoldo, RS
/ RS
93.030-220
Site: http://www.est.edu.br/periodicos/index.php/identidade
Telefone: (51) 2111-1400
ISSN: 2178437X
Editor Chefe: Selenir Corrêa Gonçalves Kronbauer
Início Publicação: 31/05/2001
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Multidisciplinar

Quilombos e a questão da Segurança Nacional no Brasil

Ano: 2011 | Volume: 16 | Número: 2

Palavras-chave: QUILOMBOS, SEGURANÇA NACIONAL NO BRASIL

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O movimento negro construiu uma agenda de políticas públicas em torno das comunidades de remanescentes de quilombolas com foco principal no processo de regularização fundiária. Essa agenda também foi sistematicamente debilitada em sua execução a ponto de, vinte anos após a Constituição que previa explicitamente o título de terras a tais comunidades, em nenhuma das centenas de pleitos quilombolas ter havido uma intervenção do governo federal no sentido da retirada de ocupantes irregulares dos territórios tradicionais. O artigo é dedicado ao problema da regularização dos territórios quilombolas. Analisa-se como a regularização fundiária de terras quilombolas tem sido transformada em um problema de segurança nacional. Conclui-se, da análise documental e entrevistas com lideranças quilombolas que, no Brasil, a definição da questão racial como risco à paz nacional é o que impede avanços efetivos na integração territorial dos quilombolas.