Plantas medicinais e a extensão universitária como estratégia de fortalecimento de uma cooperativa de agricultores no leste fluminense

Revista Elo - Diálogos em Extensão

Endereço:
Avenida Peter Henry Rolfs - Campus Universitário
Viçosa / MG
36570900
Site: http://www.elo.ufv.br
Telefone: (31) 3612-2020
ISSN: 2317-5451
Editor Chefe: Juan Pablo Chiappara Cabrera
Início Publicação: 30/11/2012
Periodicidade: Mensal
Área de Estudo: Ciências Sociais Aplicadas, Área de Estudo: Administração, Área de Estudo: Ciências Contábeis, Área de Estudo: Turismo

Plantas medicinais e a extensão universitária como estratégia de fortalecimento de uma cooperativa de agricultores no leste fluminense

Ano: 2017 | Volume: 6 | Número: 2
Autores: Ronald de F Nascimento, Vitória B.C. Nunes, Flávia dos Santos Dias, Jamylle M. Marques, Thelma de B. Machado
Autor Correspondente: Ronald de F Nascimento | [email protected]

Palavras-chave: Agricultura familiar, agroecologia, cooperativismo, extensão universitária,agricultura familiar,agroecología, cooperativismo, extensión,family farming, agroecology, cooperativism, extension

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Neste trabalho são descritas as atividades do Grupo PET Farmácia Viva junto a comunidades de agricultores familiares da Cooperativa UNIVERDE de Nova Iguaçu-RJ. Essas comunidades se depararam com diversas dificuldades para prosseguir com suas atividades agrícolas em modelo agroecológico após o encerramento do Programa de Agricultura Familiar sobre Dutos da Transpetro, em 2008. Por meio de um modelo de gestão participativa, o PET Farmácia Viva realizou um planejamento estratégico que visava oferecer capacitações técnicas demandadas pela própria comunidade, entre outros objetivos, tendo como princípio básico para o atingimento das metas, a troca de saberes. Pôde-se identificar, como resultados da atuação do PET Farmácia Viva, a consolidação de suas principais tarefas em disseminar o conhecimento e fortalecer a Extensão Universitária com impacto direto na sociedade, uma vez que foi verificado a partir do desempenho dos grupos familiares envolvidos, que sua renda familiar foi aumentada, bem como houve um empoderamento dos mesmos ao longo desse processo. Concluiu-se que as atividades de extensão, além dos inúmeros benefícios e experiências enriquecedoras ofertados aos membros da comunidade acadêmica, contribuem para o desenvolvimento da sociedade. Os recursos disponibilizados para a realização de projetos de extensão possibilitam à Universidade atuar na formação de uma sociedade mais justa e igualitária, levando oportunidades à pessoas que vivem em realidades muito distintas. Com otimização das técnicas de produção e administração dos agricultores das comunidades de Geneciano Luz e Figueira, tais agricultores se empoderam e se tornam aptos para se organizar e coordenar a produção. Os estudantes conseguem articular seus conhecimentos e vivências da academia para o campo, dialogar com os pequenos produtores, além de estabelecer uma relação de confiança com todos os envolvidos no projeto.
 



Resumo Inglês:

In this paper the activities of the PET Farmácia Viva Group are described, together with the families of farmers from the Cooperative UNIVERDE of Nova Iguaçu-RJ. These communities encountered several difficulties to continue their agricultural activities in an agro-ecological model after the end of the Transpetro Family Duct Farming Program in 2008. By means of a participatory management model, the PET Farmácia Viva Group carried out a strategic planning that aimed at offering technical skills demanded by the community itself, among other objectives, having as basic principle for the achievement of goals, the exchange of knowledge. As a result, it was possible to identify the consolidation in disseminating knowledge and strengthening the University Extension with a direct impact on society, once it was verified from the performance of the family groups involved an increase in their income and an empowerment throughout this process. Extension activities, besides the numerous benefits and enriching experiences offered to the members of the academic community, contribute to the development of society. The resources made available for the development of extension projects allow the University to act in the formation of a more fair and equal society, bringing opportunities to people living in very different realities. With optimization of the production and management techniques in the communities of farmers of Geneciano Luz and Figueira, they are empowered and able to organize and coordinate production. Students are able to articulate their knowledge and experiences from academia to the field, to dialogue with small producers, and to establish a relationship of trust with all those involved in the project.
 



Resumo Espanhol:

En este trabajo se describen las actividades del Grupo PET Farmacia Viva junto a comunidades de agricultores familiares de la Cooperativa UNIVERDE de Nova Iguaçu-RJ. Las comunidades viven diversas dificultades para proseguir con sus actividades agrícolas en modelo agroecológico especialmente tras el cierre del Programa de Agricultura Familiar sobre los Ductos de Transpetro en el año 2008. Considerando un modelo de gestión participativa, el PET Farmacia Viva realizó un planeamiento estratégico con el fin de ofrecer capacidades técnicas demandadas por la propia comunidad, entre otros objetivos, teniendo como principio básico para el logro de las metas, el intercambio de saberes. Los resultados de la actuación del PET Farmacia Viva han sido la consolidación de sus principales tareas en diseminar el conocimiento y fortalecer la Extensión Universitaria con impacto directo en la sociedad, una vez que fue verificado, apartir del desempeño de los grupos familiares implicados, que sus rentas se ha incrementado, así como un empoderamiento de los mismos a lo largo de este proceso. Se concluyó que las actividades de extensión, además de los innumerables beneficios y experiencias enriquecedoras ofrecidos a los miembros de la comunidad académica, contribuyen al desarrollo de la sociedad. Los recursos disponibles para la realización de proyectos de extensión posibilitan a la Universidad actuar en la formación de una sociedad más justa e igualitaria, produciendo oportunidades a personas que viven en realidades muy distintas. Con la optimización de las técnicas de producción y administración de los agricultores de las comunidades de Geneciano Luz y Figueira, los agricultores se empoderan y se tornanhacen aptos para organizarse y coordinar la producción. Los estudiantes consiguen articular sus conocimientos y vivencias de la academia Universidad para el campo, es decir, se hacen aptos a dialogar con los pequeños productores, además de crear una relación de confianza con todos los involucrados en el proyecto.