Period of the day and food-based enrichment affect behaviour activity of Tamandua tetradactyla in captivity?

Pesquisa e Ensino em Ciências Exatas e da Natureza

Endereço:
Rua Sergio Moreira de Figueiredo - UFCG/CFP/UACEN - Casas Populares
Cajazeiras / PB
58900000
Site: http://revistas.ufcg.edu.br/cfp/index.php/RPECEN
Telefone: (83) 9900-3676
ISSN: 2526-8236
Editor Chefe: Silvio Felipe Barbosa de Lima, Heydson Henrique Brito da Silva, Eudes Leite de Lima, Carlos Davidson Pinheiro
Início Publicação: 10/06/2017
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Multidisciplinar

Period of the day and food-based enrichment affect behaviour activity of Tamandua tetradactyla in captivity?

Ano: 2020 | Volume: 4 | Número: Não se aplica
Autores: Gilson de Souza Ferreira Neto, Adamo Cardoso Barros, Tainara Venturini Sobroza, Pedro Ubatan Camargo Neves, Matthew J. Phillips, Elizabeth Ferreira Guimarães
Autor Correspondente: G. S. F. Neto | [email protected]

Palavras-chave: Environmental enrichment, lesser anteater, behavioural repertoire, focal-animal.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Animais resgatados passam um período em cativeiro antes de serem devolvidos a natureza.  Durante esse período em cativeiro é fundamental que os animais apresentem os comportamentos mais próximos dos apresentados na natureza, e enriquecimento ambiental é uma forma de assegurar o bem estar animal em cativeiro. O objetivo deste estudo foi i) descrever o repertório comportamental de indivíduos do tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla) (Ordem Pilosa), e determinar qual comportamento foi mais frequente; ii) avaliar o efeito do período diurno (06:00–18:00) e noturno (18:00–05:59) na frequência dos comportamentos, e iii) comparar a porcentagem de comportamentos com e sem enriquecimento ambiental. Observações foram feitas utilizando o método de animal focal. Cinco machos e uma fêmea foram observados em pares para se observar as interações entre os indivíduos. Foram registrados 30 atos comportamentais distribuídos em seis categorias: locomoção, forrageio, alimentação, inatividade, limpeza corporal e interação. Geralmente, os comportamentos mais frequentemente observados foram locomoção e alimentação, geralmente durante o dia, exceto inatividade, que foi mais comum durante a noite.  Esse resultado pode ser atribuído a maior atividade diurna do macho, enquanto as fêmeas são mais noturnas em cativeiro. Nossos resultados sugerem que o enriquecimento ambiental favorece maior bem-estar para os indivíduos em cativeiro através do aumento de comportamentos ativos como alimentação, interação e forrageio. Esse estudo provê uma lista de comportamentos que podem ser úteis em entender a etologia e aspectos relacionados à conservação, especialmente em cativeiro de T. tetradactyla.



Resumo Inglês:

Rescued animals spend some period in captivity prior to their release. During this period it is fundamental that animals present behaviours that closely match with behaviours presented in nature, and environmental enrichment is an often-applied tool to secure animal welfare in captivity. The goals of this study were i) to describe the behavioural repertoire of six captive individuals of lesser anteater (Tamandua tetradactyla) (Order Pilosa), and determine which behaviours were more common; ii) to compare the effect of daily (06:0018:00) and nocturnal (18:00–05:59) periods in the activity pattern of the lesser anteater; and iii) to determine the effect of food-based enrichment in the frequency of behaviours of lesser anteater. During a year, six individuals of T. tetradactyla were monitored in pairs. An ethogram was prepared based on focal-animal observations for five males and one female. We recorded a total of 30 behavioural patterns in six categories: inactivity, feeding, foraging, locomotion, self-maintenance and interaction. Generally, the most frequently observed behaviours were locomotion and feeding, mainly during daylight hours, while inactivity was more common at night. This could be because the majority of our studied individuals were males, and males are more diurnal, while females are more nocturnal in captivity. Our results also suggest that food-based enrichment items enhance well-being for captive individuals by increasing active behaviours such as feeding, foraging and interaction. This study provides data that can be useful for management of the species in understanding the ethology of T. tetradactyla, especially for ex situ and in situ conservation efforts.