PERCEPÇÃO DE ALUNOS DA REDE PÚBLICA DE ENSINO A RESPEITO DAS PRINCIPAIS ZOONOSES URBANAS QUE ACOMETEM A POPULAÇÃO DE JOÃO PESSOA, NORDESTE DO BRASIL

Environmental Smoke

Endereço:
Rua Comerciante Antônio de Souza Lima, 25 - Mangabeira
João Pessoa / PB
58055-060
Site: https://www.environmentalsmoke.com.br
Telefone: (83) 2177-7648
ISSN: 2595-5527
Editor Chefe: Dimitri de Araujo Costa
Início Publicação: 12/08/2018
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Ciências Agrárias, Área de Estudo: Ciências Biológicas, Área de Estudo: Ciências da Saúde, Área de Estudo: Ciências Exatas, Área de Estudo: Ciências Humanas, Área de Estudo: Ciências Sociais Aplicadas, Área de Estudo: Engenharias, Área de Estudo: Linguística, Letras e Artes, Área de Estudo: Multidisciplinar

PERCEPÇÃO DE ALUNOS DA REDE PÚBLICA DE ENSINO A RESPEITO DAS PRINCIPAIS ZOONOSES URBANAS QUE ACOMETEM A POPULAÇÃO DE JOÃO PESSOA, NORDESTE DO BRASIL

Ano: 2019 | Volume: 2 | Número: 2
Autores: Andréa Amorim Leite, Marcos Antônio Jerônimo Costa, Felipe Eduardo da Silva Sobral, Maria Railma Vieira de Freitas
Autor Correspondente: Andréa Amorim Leite | [email protected]

Palavras-chave: Antropozoonoses, Discentes, Prevenção

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Primeiramente foi feito um levantamento dos dados epidemiológicos na Secretaria Municipal de Saúde do Município para constatar quais os bairros mais atingidos nos últimos dois anos por doenças enfermidades, em especial, leishmaniose, toxoplasmose, leptospirose e raiva. Posteriormente foi selecionada a escola Estadual de Ensino Infantil e Fundamental Orlando Cavalcanti Gomes, no estado da Paraíba, Nordeste do Brasil, que atendia alunos do 6º ao 9º ano. Nesta, os alunos foram questionados a respeito das principais doenças zoonóticas com o objetivo de avaliar o grau de conhecimento sobre a enfermidade e sua profilaxia e tratamento. Com a análise dos dados, verificou-se que o conhecimento destas doenças é quase inexistente embora o convívio com as mesmas seja diário. A partir desta constatação, foi implantado um programa de educação que incluiu palestras, jogos e dinâmicas educativas a respeito das principais zoonoses. Até o momento, há uma boa aceitação e receptividade por parte da escola que já almeja novos projetos em parceria com a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Quanto aos alunos atendidos, é nítido o interesse e a vontade de participar e fazer visita ao Centro de Vigilância Ambiental e Zoonoses, do município de João Pessoa, para a visualização de animais infectados e a rotina dos funcionários deste órgão.