Panorama histórico da educação durante os séculos xvii e xviii

Revista Terra & Cultura

Endereço:
Rua Alagoas, 2050 - Centro
Londrina / PR
86020430
Site: http://periodicos.unifil.br/index.php/Revistateste/index
Telefone: (43) 3375-7448
ISSN: 0104-8112
Editor Chefe: Fernando Pereira dos Santos
Início Publicação: 01/09/1985
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Psicologia

Panorama histórico da educação durante os séculos xvii e xviii

Ano: 2014 | Volume: 30 | Número: 59
Autores: Araújo, Karina de Toledo, Braz, Ana Carolina de Athayde
Autor Correspondente: Braz, Ana Carolina de Athayde | [email protected]

Palavras-chave: História da Educação; humanismo; renascimento.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O século XVII foi um período marcado por grandes tensões e conflitos, também considerado um século trágico, contraditório e problemático. No entanto, é sob essas tensões sociais que ocorre uma reviravolta na história ocidental. Muda-se profundamente toda a ordem política, social, cultural, econômica e educacional. O Renascimento tem como característica a de apresentar a criação de uma nova forma de vida intelectual na Europa, mas cada nação européia assumia suas particularidades16 nos diferentes ramos de conhecimento: ciência, poesia, arte, filosofia, educação. O período denominado Iluminismo é também conhecido como o Século das Luzes por ter sido uma época marcada por grandes transformações na Europa. Entre as transformações deve-se especial atenção ao início da Revolução Industrial em 1750 (introdução da máquina a vapor, o que gerou uma mudança de panorama sócio-econômico) e, em 1789 acontecia a Revolução Francesa (influência das idéias liberais de Locke e a luta da burguesia que reivindicava para si o poder político – luta contra o absolutismo). Na economia, foram preconizadas as leis naturais de distribuição de riquezas que refletiam no desejo da burguesia para gerenciar os próprios negócios. As idéias liberais17 foram de encontro as idéias absolutistas e mudaram conceitos acerca da política e, a religião passou sofrer influência dos filósofos e surgiu a Religião Natural18 e obviamente a ciência (conhecimento), sofreu grandes influências dos pensadores pertencentes a este período. Os representantes deste período na Inglaterra eram Newton e Reid (pensamentos vindos de Locke e Hume), na França eram Montesquieu, Voltaire e Rosseau e, na Alemanha, Wolff, Lessing, Baumgarten e Kant. Esse período foi marcado pelo crescimento e renovação da filosofia da educação, dos modelos educativos e das organizações escolares, surge na França onde se desenvolveram as propostas teóricas mais avançadas. Todas essas transformações influenciaram diretamente a Educação, que passava pela laicização que caracterizou o mundo moderno e abriu caminho para uma Tendência Liberal de Educação.