OFICINAS SOBRE PLANTAS ALIMENTÍCIAS NÃO CONVENCIONAIS EM UM CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

Expressa Extensão

Endereço:
Rua Gomes Carneiro, 1 - Centro
Pelotas / RS
96010-610
Site: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/expressaextensao
Telefone: (53) 3284-3992
ISSN: 2358-8195
Editor Chefe: Paula Garcia Lima
Início Publicação: 31/05/2014
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Multidisciplinar

OFICINAS SOBRE PLANTAS ALIMENTÍCIAS NÃO CONVENCIONAIS EM UM CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

Ano: 2019 | Volume: 24 | Número: 2
Autores: Lucas Silva Peixoto, Suzy Hellen Alves Dourado, Reginaldo Vieira da Costa, Jefferson Adriã Reis, Lucas Fernandes Tavares, Márcio Alessandro Neman do Nascimento
Autor Correspondente: Lucas Silva Peixoto | [email protected]

Palavras-chave: planta alimentícia não convencional, biodiversidade, hábitos alimentares

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Os recursos naturais sempre foram bem aproveitados pelo ser humano desde os primórdios da humanidade. Nos dias de hoje, no entanto, diante da agricultura de larga escala, da globalização e da carência de informação, a humanidade tem deixado de usufruir de Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC), o que significa um mau aproveitamento desses recursos naturais. Em relação a essa problemática, foi proposta, por meio de ações de um projeto de extensão, a discussão sobre o conhecimento e consumo destes alimentos com famílias participantes de um Centro de Referências de Assistência Social (CRAS). Para isso, foram realizadas oficinas em formato de rodas de conversa objetivando a divulgação das PANC e o aumento de seu consumo. A discussão sobre o aproveitamento dos benefícios se deu principalmente por meio da tradição popular e de receitas culinárias, o que permitiu trabalhar a Educação em Saúde no território. O número de participantes por encontro variou de dez a doze pessoas. As ações do projeto de extensão nas comunidades tiveram como base o respeito e a valorização dos aspectos sociais, culturais, nutricionais e econômicos e permitiram a ressignificação das PANC, o que pode representar uma mudança de hábitos alimentares. Essas ações também contribuem para o conhecimento e preservação da biodiversidade nacional e reforçam a importância das trocas de saberes na construção de conhecimento entre profissionais da saúde, acadêmicos e comunidade.



Resumo Inglês:

Natural resources have always been well used by humans since the dawn of mankind. Nowadays, however, in the face of large-scale agriculture, globalization and lack of information, humankind has ceased to enjoy Non-Conventional Food Plants (PANC), which means a misuse of these natural resources. In relation to this problem, the discussion about the knowledge and consumption of these foods with families participating in a Social Assistance Referral Center (CRAS) was proposed, through actions of an extension project. For this, workshops were held in the form of talk wheels aiming at the dissemination of the PANC and the increase of their consumption. The discussion about the use of the benefits was mainly through popular tradition and culinary recipes, which allowed health education work in the territory. The number of participants per meeting ranged from ten to twelve people. The actions of the extension project in the communities were based on the respect and appreciation of the social, cultural, nutritional and economic aspects and allowed the resignification of the PANC, which may represent a change in eating habits. These actions also contribute to the knowledge and preservation of the national biodiversity and reinforce the importance of the exchange of knowledge in the construction of knowledge among health professionals, academics and the community.