OCORRÊNCIA E FATORES ASSOCIADOS EM INDIVÍDUOS HIPERTENSOS ATENDIDOS POR ESTRATÉGIAS SAÚDE DA FAMÍLIA DE UM MUNICÍPIO DO NORTE DE MINAS GERAIS

Bionorte

Endereço:
Avenida Osmani Barbosa, 11.111 - Conjunto Residencial JK
Montes Claros / MG
39404-006
Site: http://revistas.funorte.edu.br/revistas/index.php/bionorte
Telefone: (38) 2101-9288
ISSN: 2175-1943
Editor Chefe: Árlen Almeida Duarte de Sousa
Início Publicação: 01/02/2014
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Ciências Biológicas, Área de Estudo: Ciências da Saúde, Área de Estudo: Multidisciplinar

OCORRÊNCIA E FATORES ASSOCIADOS EM INDIVÍDUOS HIPERTENSOS ATENDIDOS POR ESTRATÉGIAS SAÚDE DA FAMÍLIA DE UM MUNICÍPIO DO NORTE DE MINAS GERAIS

Ano: 2019 | Volume: 8 | Número: Suplemento
Autores: A. K. Silva, F. O. Guimarães, P. R. Queiroz, R. A. Ferreira, J. T. L. S. Maia
Autor Correspondente: J. T. L. S. Maia | [email protected]

Palavras-chave: Hipertensão. Fatores de Risco. Doença Crônica.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Objetivo: Caracterizar a ocorrência de hipertensão e fatores associados em idosos atendidos em unidades de saúde de um município do Norte de Minas Gerais. Materiais e Métodos: Trata-se de um estudo descritivo, transversal de análise quantitativa. Para o presente estudo foram coletados como amostra representativa 148 prontuários escolhidos aleatoriamente nas seis unidades, foram escolhidos prontuários de indivíduos de ambos os sexos, com idade a partir de 30 anos, com diagnóstico de hipertensão arterial. Foi utilizado instrumento para a coleta dos dados sociodemográficos (sexo, idade, estado civil, cor da pele autodeclarada, nível de escolaridade, situação profissional, renda e religião) e clínicos (antecedente familiar de HAS, fatores de risco cardiovascular, IMC, circunferência da cintura, relação cintura-quadril, medicação, tempo de diagnóstico, exames, valor da pressão arterial e complicações da HAS). Os dados foram submetidos à análise estatística com nível de significância considerado fixado em 95% (p<0.05). Resultados: Os resultados do presente estudo indicaram um número significativo de indivíduos com hipertensão (HAS), ocorrendo mais mulheres hipertensas (n=101) do que homens (n=47). Observa-se também que a hipertensão é presente nas faixas etárias a partir de 35 anos. Em relação às condutas adotadas para pacientes hipertensos, conforme sexo e faixa etária foram observados que, a maior parte dos indivíduos procura as unidades de saúde sem um motivo específico (n=44), seguido de lombalgia (n=13), cefaleia (n=12) e de forma menos frequente por insônia (n=5) e tosse seca (n=5). Observa-se que as condutas predominantes são medicamentosas com a indicação de losartana (n=66), seguido de HCTZ (n=52), e as menos frequentes são indicação de controle (n=7), e exames em geral (RX Usa e exames). Conclusão: A maioria das amostras foi composta por indivíduos idosos, no entanto observa-se uma tendência de indivíduos mais jovens, bem como a maioria mulheres serem portadoras de HAS. Os fatores de risco que mais se destacaram foram: obesidade, sedentarismo, tabagismo e maus hábitos alimentares. A redução dos fatores de risco é fundamental para o controle da doença e prevenção de complicações e, por conseguinte, para a reversão da realidade de morbimortalidade associada à HAS.



Resumo Inglês:

Objective: To characterize the occurrence of hypertension and associated factors in the elderly attended at health units of a municipality of the North of Minas Gerais. Materials and Methods: This is a descriptive, cross-sectional study of quantitative analysis. For the present study, 148 randomly chosen records were collected from the six units. Data were collected from individuals of both sexes, aged 30 years and older, with a diagnosis of arterial hypertension. The instrument was used to collect sociodemographic data (sex, age, marital status, self-reported skin color, level of schooling, professional status, income and religion) and clinical (family history of SAH, cardiovascular risk factors, BMI, circumference of waist, waist-hip ratio, medication, diagnostic time, exams, blood pressure value and SAH complications). The data were submitted to statistical analysis with a level of significance considered fixed at 95% (p <0.05). Results: The results of the present study indicated a significant number of individuals with hypertension (SH), with more hypertensive women (n = 101) than men (n = 47). It is also observed that hypertension is present in the age groups from 35 years. Regarding the behaviors adopted for hypertensive patients, according to sex and age group, most individuals sought health units without a specific reason (n = 44), followed by low back pain (n = 13), headache (n = = 12) and less frequently due to insomnia (n = 5) and dry cough (n = 5). It is observed that the predominant conducts are drugs with the indication of losartan (n = 66), followed by HCTZ (n = 52), and the less frequent ones are indication of control (n = 7), and exams in general (RX, Uses and exams). Conclusion: Most of the samples were composed of elderly individuals, however, a trend of younger individuals is observed, as well as the majority of women being hypertensive. The most important risk factors were: obesity, sedentary lifestyle, smoking habits and poor eating habits. The reduction of risk factors is fundamental for the control of the disease and prevention of complications and, consequently, for the reversal of the reality of morbidity and mortality associated with SAH.