MOMENTO DE GUERREAR E MOMENTO DE PACTUAR: O CASO DOS AKROÁ E XAKRIABÁ

Revista em Favor de Igualdade Racial

Endereço:
6637 - Br 364, Km 04 - Distrito Industrial
Rio Branco / AC
Site: https://periodicos.ufac.br/index.php/RFIR/issue/view/155
Telefone: (68) 9974-5156
ISSN: 2595-4911
Editor Chefe: Flávia Rodrigues Lima da Rocha
Início Publicação: 11/05/2020
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Ciências Humanas, Área de Estudo: Multidisciplinar

MOMENTO DE GUERREAR E MOMENTO DE PACTUAR: O CASO DOS AKROÁ E XAKRIABÁ

Ano: 2021 | Volume: 4 | Número: 2
Autores: Beatriz Molina Caetano
Autor Correspondente: Beatriz Molina Caetano | [email protected]

Palavras-chave: populações indígenas brasileiras, guerra –século XVIII, pactos.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O intuito deste trabalho baseia-se na busca pela compreensão de uma realidade entre os povos indígenas e luso-brasileiros durante o século XVIII, período em que as principais atividades eram as guerras, as negociações e os pactos, que são evidenciados em manuscritos e referências historiográficas por meio do contato entre dois povos Akroá/Xakriabá e os luso-brasileiros na região norte da antiga capitania de Goiás. Para analisarmos melhor esse período, é necessário que mergulhemos em referenciais teóricos, utilizando autores cujas reflexões versam sobre a guerra indígena, os pactos, as negociações e a criação de uma representação e de um imaginário voltados, majoritariamente, para uma visão completamente eurocêntrica dessa parcela populacional do “Novo Mundo”. Esses trabalhos foram importantes para compreender como se estabeleceu a construção da imagem dos povos indígenas brasileiros a partir de uma documentação fortemente influenciada por padrões eurocêntricos. Desse modo, este trabalho visa trazer o papel dos indígenas como os principais sujeitos e atuantes da própria história.



Resumo Inglês:

The present research aims to understand the reality between indigenous people and Luso-Brazilian during the 18thcentury, period when the main activities were the wars, the negotiations and the pacts, which are evidenced in manuscripts and historiographical references through the contact between two peoples Akroá/Xabriabá and the Luso-Brazilians in the northern region of the former captaincy of Goiás. To analyze this time better, it is necessary to study theoretical references and authors whose reflections deal with indigenous wars, pacts, negotiations and the creation of a representation andan imaginary, focused basically on a completely Eurocentric point of view of this New World's population. These researches were important to understand how the brazilian indigenous image wasestablished from a documentation stronglyinfluenced by eurocentric standards, thus, the present research intendsto bring the indigenous as active subjects of their own history.