MATERNIDADE E UNIVERSIDADE: A EXPERIÊNCIA DE UM PROJETO DE EXTENSÃO FOCADO NO ACESSO, PERMANÊNCIA E PROGRESSÃO DE MULHERES-MÃES

Expressa Extensão

Endereço:
Rua Gomes Carneiro, 1 - Centro
Pelotas / RS
96010-610
Site: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/expressaextensao
Telefone: (53) 3284-3992
ISSN: 2358-8195
Editor Chefe: Paula Garcia Lima
Início Publicação: 31/05/2014
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Multidisciplinar

MATERNIDADE E UNIVERSIDADE: A EXPERIÊNCIA DE UM PROJETO DE EXTENSÃO FOCADO NO ACESSO, PERMANÊNCIA E PROGRESSÃO DE MULHERES-MÃES

Ano: 2022 | Volume: 27 | Número: 1
Autores: Lizie Souza Calmon, Mithaly Salgado Corrêa, Gabriela Reznik, Marcela Sandim, Karin Menéndez Delmestre, Sabrina Ferreira
Autor Correspondente: Expressa Extensão | [email protected]

Palavras-chave: maternidade; equidade de gênero; universidade; extensão; acesso; permanência; progressão.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O Projeto “Mães na Universidade: acesso, permanência e progressão de mulheres-mães” engendrou-se em fevereiro de 2021 e institucionalizou-se com o apoio da Pró-Reitoria de Extensão Universitária da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) como projeto de extensão universitária em março de 2021. O projeto trabalha - em parceria com movimentos, núcleos e coletivos que se debruçam sobre os estudos e ativismos maternos - formas de promoção da equidade de gênero dentro e fora da universidade, com foco em ações que visam o acesso, a permanência e a progressão de mulheres-mães na universidade. A partir desses três eixos, o projeto desenvolve ações que auxiliam na difusão do debate acerca da maternidade e da equidade de gênero no espaço acadêmico, na visibilidade, na reflexão e na conscientização quanto às questões e problemáticas maternas. Através das ações desenvolvidas, o projeto cria possibilidades de acesso à universidade para mulheres-mães e cria espaços que visam a diminuição da evasão universitária de discentes-mães e que também promovem a progressão destas em suas carreiras. Em seu pouco tempo de existência, as ações desenvolvidas pelo projeto alcançaram um público diverso, composto majoritariamente por mães e caracterizado por uma significativa diversidade geográfica, étnica e etária, incluindo mães de todos os níveis de escolaridade, a partir do ensino médio. As ações desenvolvidas também auxiliaram na criação de redes de mães universitárias, grupos de estudos, redes de apoio e no intercâmbio de estratégias e ações que inspiraram a criação de propostas de trabalhos semelhantes, dentro e fora da UFRJ.