INCLUSÃO ESCOLAR E APRENDIZAGEM ATRAVÉS DA ARTE

Revista Científica [email protected]ção

Endereço:
Rua Dos Pinheiros, 40
Miracatu / SP
11850000
Site: https://periodicosrefoc.com.br/jornal/index.php/RCE
Telefone: (13) 9704-7899
ISSN: 2526-8716
Editor Chefe: Claudio Neves Lopes
Início Publicação: 20/05/2017
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Multidisciplinar

INCLUSÃO ESCOLAR E APRENDIZAGEM ATRAVÉS DA ARTE

Ano: 2017 | Volume: 1 | Número: 2
Autores: Neuza Maria Dias Garcia Siqueira
Autor Correspondente: Neuza Maria Dias Garcia Siqueira | [email protected]

Palavras-chave: Inclusão. Aprendizagem. Possibilidade.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A temática da inclusão escolar tem sido amplamente discutida por muitos autores que veem os benefícios que este tipo de prática proporciona para o desenvolvimento e aprendizagem das crianças ao serem inseridas em um ambiente que há pouco tempo nem se imaginaria possível uma vez que a segregação de criança com necessidades educativas especiais, do convívio social, era uma prática corrente. A inclusão traz a ideia de igualdade de direitos e, principalmente, o respeito às diferenças ao afirmar que independente das necessidades especiais todas as crianças têm direito de frequentar uma escola regular e aprender os conceitos trabalhados. Com isso provoca e exigem da escola novos posicionamentos num esforço de atualização e reestruturação das condições atuais da maioria de nossas escolas de nível básico. É um motivo a mais para que o ensino se modernize e para que os professores aperfeiçoem suas práticas pedagógicas, desenvolvendo novas estratégias de educação, fazendo com que os alunos “aprendam” a gostar da escola e estimulem as relações interpessoais. As propostas de inclusão de todos os alunos e dos temas sociais relevantes são indicadas nos currículos de Arte, elaborado pela equipe envolvida num contexto local de educação. O objetivo desta pesquisa é clarear o sentido da inclusão que possibilite a aprendizagem dos alunos com NEE, tornando-a compreensível aos que se interessam pela educação. A metodologia utilizada foi uma abordagem interpretativa das bibliografias, na qual se buscou meios de confirmar que a inclusão das crianças com necessidades especiais na rede regular de ensino não é somente para elevar a autoestima e a autoconfiança, mas possibilitar aos mesmos, além de serem eficazes e bem-sucedidos na vida sociocultural, contribuir como ferramenta para ajudar em sua aprendizagem.