Dinâmica Populacional de Pulgão Preto dos Citros (Sternorrhyncha) em Cultivo Orgânico de Tangerina (Citrus reticulata Blanco) em Seropédica, RJ

Entomobrasilis

Endereço:
R. Barão de Vassouras, 33 - Sala 07B - Centro
Vassouras / RJ
27700000
Site: https://www.entomobrasilis.org
Telefone: (21) 9938-5953
ISSN: 19830572
Editor Chefe: William Costa Rodrigues
Início Publicação: 31/03/2008
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Agronomia, Área de Estudo: Zoologia, Área de Estudo: Ecologia, Área de Estudo: Zoologia

Dinâmica Populacional de Pulgão Preto dos Citros (Sternorrhyncha) em Cultivo Orgânico de Tangerina (Citrus reticulata Blanco) em Seropédica, RJ

Ano: 2010 | Volume: 3 | Número: 2
Autores: William Costa Rodrigues, Mateus Varajão Spolidoro, Katiana Zinger, Paulo Cesar Rodrigues Cassino
Autor Correspondente: William Costa Rodrigues | [email protected]

Palavras-chave: Afídeo, diversidade, predadores, Formicidae, citros

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O pulgão Toxoptera citricida (Kyrkaldy) (Sternorrhyncha) é um potencial transmissor do vírus da tristeza cítrica sendo considerada uma
praga importante para a cultura. Foi realizado monitoramento quinzenais no período entre outubro de 2002 a outrubro de 2003, com o objetivo de
estudar a dinâmica populacional deste afídeo, incluindo predadores e a interação com formigas. Este levantamento foi realizado em cultivo orgânico
de tangerina cv. Poncã, Fazendinha Agroecológica, Seropédica, RJ. A análise faunística dos formicídeos atendentes e dos predadores, foi através dos
índices de diversidade de Shannon-Wiener (H’) e Simpson (D), dominância de Berger-Parker (d) e equitabilidade J (e). Os predadores considerados
efetivos na redução populacional do pulgão preto dos citros (PPC) foram Cycloneda sanguinea (L.), Azya luteipes Mulsant e Pseudodorus clavatus
(Fabr.), apesar de terem sido registrados oito predadores atacando colônias do PPC. Verificou-se C. sanguinea com maior pico populacional, seguido
de P. clavatus e A. luteipes. A diversidade e equitabilidade dos predadores foram consideradas altas (H’ = 0,7979; D = 0,9638; e = 0,8836). Atendendo
o PPC registrou-se Brachymyrmex sp., Camponotus rufipes (Fabricius) Camponotus atriceps (Fabricius), Camponotus crassus (Mayr), Camponotus
clypeatus (Mayr); Crematogaster sp., Solenospis sp., Ectatomma brunneum (Fabricius) e Pseudomyrmex termitarius (Fr. Smith). A diversidade de
formicídeos foi considerada mediana pelo valor H’ (0,6585) e alta pelo valor D (0,9012). A equitabilidade também foi considerada mediana (e =0,69).
A dinâmica populacional de T. citricida é influenciada pela brotação, foliar seguida da predação e o atendimento de formigas. Estes dois últimos
fatores são antagônicos devido a proteção oferecida pelas formigas ao PPC.



Resumo Inglês:

The aphid Toxoptera citricida (Kyrkaldy) (Sternorrhyncha) is a potential vector of citrus virus tristeza, consider an important pest of
the orchard. Was realized bimonthly monitoring between October 2002 and October 2003, with aim of study the populational dynamic this aphid,
included predators ant ant-tending. This sampling was realized in organic cropping of tangerine cv Ponkan, Fazendinha Agroecológica, Seropédica, RJ.
The faunistic analysis of the ant-tending and predators, were realized across Shannon-Wiener (H’) and Simpson (D) diversity index’s, Berger-Parker
dominance (d) and equitability J (e). The predators considered efficient in the populational reduction of brown citrus aphid (BCA), was Cycloneda
sanguinea (L.), Azya luteipes Mulsant and Pseudodorus clavatus (Fabr.), although has been registered eight predators attacking BCA colonies.
Verified that C. sangiunea obtained the biggest populational peak, following P. clavatus and A. luteipes. The predators diversity and equitability
were considered high (H’ = 0.7979; D = 0.9638; e = 0.8836). Tending BCA, was registered Brachymyrmex sp., Camponotus rufipes (Fabricius)
Camponotus atriceps (Fabricius), Camponotus crassus (Mayr), Camponotus clypeatus (Mayr); Crematogaster sp., Solenospis sp., Ectatomma
brunneum (Fabricius) and Pseudomyrmex termitarius (Fr. Smith). Ant-tending was considered medium to H’ value (0.6585) and high to D value
(0.9012). The equitability was considered medium too (e = 0.69). T. citricida populational dynamic is influenced to foliar shoot following predation
and ant-tending. These two end factors are antagonist due to protection offer to ants at BCA.