Cataguases: nexos entre cinema, literatura e arquitetura na construção de um ideário moderno

Interfaces

Endereço:
Av. Pedro Calmon, 500 Edifício da Reitoria/térreo
Rio de Janeiro / RJ
21941-901
Site: http://www.cla.ufrj.br/index.php/2013-06-07-14-47-23/revista-interfaces/ultimo-numero
Telefone: (21) 3938-1703
ISSN: 15160033
Editor Chefe: Fabiano Dalla Bona
Início Publicação: 31/03/1995
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Artes, Área de Estudo: Letras, Área de Estudo: Linguística, Área de Estudo: Multidisciplinar

Cataguases: nexos entre cinema, literatura e arquitetura na construção de um ideário moderno

Ano: 2016 | Volume: 1 | Número: 24
Autores: F. A. O. Mello
Autor Correspondente: F.A.O. Mello | [email protected]

Palavras-chave: Cataguases, Modernidade, Arquitetura, Cinema, Literatura

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Este trabalho foi elaborado a partir de fragmentos da história de Cataguases, cidade
situada na região da Zona da Mata de Minas Gerais. Apesar de apresentar características similares
a muitas outras pequenas cidades brasileiras, foi lá que o cineasta Humberto Mauro produziu os
primeiros filmes de sua carreira (1925-1930); que um grupo de jovens estudantes publicou uma
revista de literatura de vanguarda (1927-1929), com contribuições de importantes modernistas; que
os inovadores arquitetos cariocas puderam desenvolver algumas de suas obras, ainda no início
dos anos 1940. Tendo essas três manifestações como ponto de partida, a questão aqui explorada é
como o vanguardismo chegou e ganhou espaço nesta cidade do interior de Minas Gerais e, nesse
sentido, que pessoas e eventos teriam ocasionado os influxos entre as novas ideias que permeavam
os maiores centros do Brasil e a pacata e bucólica cidade cravada nas montanhas das Gerais.



Resumo Inglês:

The data for this research comes from a collection of fragments inscribed in the history
of Cataguases, a Brazilian town located in the Zona da Mata, a mesoregion in the southeastern part
of the State of Minas Gerais. Despite its ordinariness as any small town in Brazil, Cataguases was
chosen by Humberto Mauro as setting of the very first movies of his career as a film-maker (1925-
1930). In addition, it was the place where a group of young students published, in the beginning of
20th century (1927-1929), a remarkable avant-garde literary magazine to which contributed important
modernist artists. Furthermore, it was also a place where forward-looking architects from Rio
de Janeiro could develop some of their projects in the early 40s. Considering these three preliminary
manifestations as a starting point, we aim to explore how those cutting-edge days of Cataguases came
into being in the interior of Minas Gerais. We investigate, therefore, what kind of people and events
may possibly have entailed the influx between those new ideas coming from Brazil’s largest cities
and the quietness of a bucolic town like Cataguases, built on the slopes of Minas Gerais mountains.