AVALIAÇÃO DA INFLUÊNCIA DA PARTICIPAÇÃO NO PROJETO VIVENDO A ODONTOLOGIA NA FORMAÇÃO ACADÊMICA

Expressa Extensão

Endereço:
Rua Gomes Carneiro, 1 - Centro
Pelotas / RS
96010-610
Site: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/expressaextensao
Telefone: (53) 3284-3992
ISSN: 2358-8195
Editor Chefe: Paula Garcia Lima
Início Publicação: 31/05/2014
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Multidisciplinar

AVALIAÇÃO DA INFLUÊNCIA DA PARTICIPAÇÃO NO PROJETO VIVENDO A ODONTOLOGIA NA FORMAÇÃO ACADÊMICA

Ano: 2020 | Volume: 25 | Número: 2
Autores: Ezilmara Leonor Rolim de Souza, Jeniffer Lambrecht, Luiz Antônio Soares Falson, Larissa Moreira Pinto
Autor Correspondente: Expressa Extensão | [email protected]

Palavras-chave: Ensino. Odontologia. Aprendizagem.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O Projeto Vivendo a Odontologia tem como propósito que alunos de 1º a 4º semestre possam ter um contato prévio a situações clínicas, atuando como auxiliares, ou observando os acadêmicos mais adiantados durante a realização de procedimentos, durante duas horas por semana. O Projeto dispõe de aulas teóricas semanais, com duração de uma hora. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da participação no Vivendo a Odontologia no desenvolvimento acadêmico dos estudantes. Foram realizadas perguntas com caráter de questionário-avaliativo sobre questões abordadas nas aulas do projeto, bem como sobre o preparo dos alunos para as clínicas. Os questionários foram aplicados na Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Pelotas, entre 21 de julho e 3 de agosto de 2016. Analisadas as respostas, sobre o conhecimento de materiais odontológicos, a média foi superior a 8. O conhecimento em biossegurança, teve a média acima de 9. A influência em ter um maior contato com colegas teve média próxima a 10, bem como o aprendizado influenciado pelos colegas. Os encontros semanais com propósito de aprendizagem tiveram média acima de 8,5. Obteve-se uma preparação maior para procedimentos em atendimentos a pacientes, ficando com média 9. Após participarem no projeto, os alunos ficaram mais seguros para a prática clínica, obtendo média acima de 8. O questionário foi respondido em uma escala de mínimo (zero) e de máximo (dez). Participar do Vivendo a Odontologia proporciona ao acadêmico maior segurança na prática clínica e maior aptidão para lidar com as situações/problemas que enfrentará no futuro profissional.