A autoridade docente e a sociedade da informação: o papel das tecnologias informacionais na docência

Ensaio

Endereço:
Rua Santa Alexandrina, 1011 - 3º and. - Rio Comprido
Rio de Janeiro / RJ
20261235
Site: http://revistas.cesgranrio.org.br/index.php/ensaio
Telefone: (21) 2103-9617
ISSN: 0104-4036
Editor Chefe: Fátima Cunha
Início Publicação: 01/10/1993
Periodicidade: Trimestral
Área de Estudo: Ciência da computação, Área de Estudo: Educação, Área de Estudo: Psicologia, Área de Estudo: Sociologia, Área de Estudo: Administração, Área de Estudo: Serviço social, Área de Estudo: Engenharias

A autoridade docente e a sociedade da informação: o papel das tecnologias informacionais na docência

Ano: 2020 | Volume: 28 | Número: 106
Autores: Leonardo Humberto Soares, Carlos Ângelo de Meneses Sousa, Ricardo Spindola Mariz, Jaci Maria Ferraz de Menezes
Autor Correspondente: Leonardo Humberto Soares | [email protected]

Palavras-chave: Autoridade docente, Crise, Tecnologia, Informação, Incerteza

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Objetivou-se identificar de que maneira as tecnologias e a prática docente, frente à “Sociedade da Informação”, reforçam, ou põem em xeque, a percepção do professor sobre a sua autoridade. A reflexão sobre o conceito de autoridade de Hannah Arendt direcionou o pilar teórico e conceitual do estudo. Como resultado, identificou-se que o aluno possui facilidade em interagir com a tecnologia, mas essa facilidade não ultrapassa o seu uso no contexto comunicacional e de lazer; que o acesso dos alunos às novas bases informacionais pode gerar um sentimento de perda da autoridade por parte do professor despreparado; e que não é o domínio da tecnologia pelo professor que estabelece a sua autoridade, mas sim, a constituição de significado que é construído durante a relação educativa.



Resumo Inglês:

This paper aims to identify how the technologies and the teaching practice in the “Information Society” reinforce or challenge the teacher’s perception of his/her authority. Hannah Arendt’s works are the main theoretical pillar. This qualitative research project used the analysis of collective subject discourse. Results identified that students easily interacted with technology, since this use does not exceed the communication and leisure contexts. Furthermore, students’ access to the new informational bases in fact can generate a feeling of loss of authority on the part of the unprepared teacher. At last, the mastery of technology by the teacher does not establish his/her authority, but rather the relation of meaning constructed during the educational relationship.



Resumo Espanhol:

Este trabajo tuvo como objetivo identificar las formas por las cuales las tecnologías y la práctica docente en relación con la “sociedad de información” refuerzan o afectan negativamente la percepción de los profesores y su autoridad por los estudiantes. La reflexión relativa al concepto de autoridad por Hannah Arendt basó teóricamente y conceptualmente esta investigación. Esta investigación cualitativa utilizó la técnica del discurso del sujeto colectivo. Los resultados revelan que los estudiantes tienen facilidad de interactuar con las tecnologías, pero solamente en los contextos de comunicación y diversión; que el acceso de los discentes a las nuevas bases informacionales puede generar un sentimiento de pérdida de autoridad por el profesor menos preparado y que no es el dominio de la tecnología por el docente que fundamenta su autoridad, pero la constitución del significado construido durante la relación educativa.