Valoração econômica ambiental de desastres naturais ocorridos na regional oeste de Belo Horizonte, MG

Revista Mineira de Recursos Hídricos (RMRH)

Endereço:
Rodovia Papa João Paulo II 4143 - Prédio Minas - 1º andar - Serra Verde
Belo Horizonte / MG
31630-900
Site: http://rmrh.igam.mg.gov.br
Telefone: (31) 3915-1568
ISSN: 2675-3359
Editor Chefe: Marília Carvalho de Melo
Início Publicação: 01/01/2020
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Engenharia sanitária, Área de Estudo: Multidisciplinar

Valoração econômica ambiental de desastres naturais ocorridos na regional oeste de Belo Horizonte, MG

Ano: 2020 | Volume: 1 | Número: 1
Autores: M. P. L.Silveira, R. R. F. Santos, L. P. Araújo, D. Brianezi
Autor Correspondente: M. P. L.Silveira | [email protected]

Palavras-chave: DESASTRES, DESASTRES NATURAIS, INUNDAÇÃO, CUSTOS, DANOS, VALORAÇÃO

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Com o aumento das ocorrências e intensidade das inundações e, consequentemente, da elevação dos impactos econômicos causados, faz-se necessária a avaliação dos danos associados a esses eventos auxiliando no planejamento e na gestão de áreas de risco à população. Diante deste contexto, o presente trabalho valorou as perdas econômicas e ambientais ocasionadas pelas inundações na regional Oeste de Belo Horizonte, uma das mais afetadas por esse desastre, nos períodos chuvosos de outubro de 2016 a março de 2017 e outubro de 2017 a março de 2018, buscando apontar a necessidade de investimento em medidas de mitigação na regional. Foram coletados e analisados os dados disponibilizados pelos órgãos públicos: COMDEC-BH, SLU, GERUBO; e aplicado questionários nas vias de maiores ocorrências de inundação no segundo período chuvoso, a fim de complementar os dados e avaliar a percepção dos comerciantes junto às ocorrências de inundação. Após a coleta, os dados foram compilados e interpretados com vista à valoração das inundações ocorridas no período estudado e à identificação das áreas mais afetadas. Os resultados apontam que o custo total das inundações, no período analisado, foi de R$ 3.527.696,95, montante esse conservador, visto que se geram ainda danos intangíveis, diretos e indiretos, que não foram mensurados neste trabalho. Conclui-se que estas avaliações são de extrema importância, pois podem influenciar na tomada de decisões e planejamento do poder público para com o município.



Resumo Inglês:

The increase of flood occurrences and their intensity as well as the economic impact they cause make  it  necessary  to  evaluate  the  damages  associated  with  these  events,  helping  to  improve urban planning and management of areas where there’s risk to the population. This study aims to  estimate  the  economic  and  environmental  losses  caused  by  flooding  in  the  western  region  of Belo  Horizonte,  one  of  the  areas  which  was  most  affected  by  this  disaster  during  the  two analyzed  rainy  periods  (from  October  2016  to  March  2017  and  October  2017  to  March  2018). The  purpose  is  to  point  out  the  need  to  invest  in  mitigation  measures  in  that  area.  Data  made available  by  government  agencies  (COMDEC-BH,  SLA  AND  GERUBO)  were  collected  and analyzed.  In  order  to  complement  the  data and  to  evaluate  the  perception  of  tradespeople  from the pathways most affected by flooding during the second rainy season analyzed questionnaires were  applied.  After  collection,  data  were  compiled  and  interpreted  with  a  view  to  valuing  the floods  that  occurred  during  the  studied  period  and  to  identifying  the  most  affected  areas.  The results  showed  that  the  total  cost  of  the  floods  during  the  analyzed  period  was  3,527,696.95 Brazilian  Reais.  This  cost  might  have  been  underestimated  if  intangible  damage,  direct  and indirect,  which  are  harder  to  measure,  could  have  been  take  into  account.  In  conclusion  these evaluations  are  extremely  important  once  they  can  influence  decision-making  and  planning  on municipallevel.