Uso de metacaulim em concreto

Ambiente Construido

Endereço:
AV. OSVALDO ARANHA, 99 - 3º ANDAR - NORIE - CENTRO
/ RS
0
Site: http://seer.ufrgs.br/ambienteconstruido
Telefone: (51) 3308-4084
ISSN: 16788621
Editor Chefe: [email protected]
Início Publicação: 31/05/1997
Periodicidade: Trimestral
Área de Estudo: Engenharia civil

Uso de metacaulim em concreto

Ano: 2012 | Volume: 12 | Número: 3
Autores: M. L. S . Rezende, J. W.B. Nascimento, G. A. Neves, F. L. H. Silva, A. F. Leal, H. C. Ferreira
Autor Correspondente: M. L. S . Rezende | [email protected]br

Palavras-chave: POZOLONA, CONCRETO, CONCRETO PRÉ-MOLDADO

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A preocupação com o meio ambiente vem motivando diversas pesquisas
sobre o uso de materiais pozolânicos em substituição parcial ao
cimento em concretos e argamassas, entretanto poucos são os dados
sobre tal uso em concretos destinados à produção de elementos prémoldados,
concreto este que geralmente é denominado concreto seco ou sem
abatimento, devido à baixa umidade requerida no processo de moldagem e
prensagem. Este trabalho consistiu em um estudo preliminar sobre o uso de
metacaulim em concreto seco, sendo analisados cinco traços de concreto com
cinco teores de substituição em cinco tempos de cura, objetivando determinar
quais os percentuais de substituição mais adequados, ou seja, aqueles que
promovessem aumento na resistência à compressão simples e redução na absorção
de água por imersão. Devido ao grande número de variáveis envolvidas, foi
utilizado o planejamento experimental estatístico Delineamento Composto Central
Rotacional (DCCR), sendo os resultados analisados pela Metodologia de
Superfície de Resposta (MSR). A análise da superfície de resposta mostrou que,
para todos os traços, os melhores resultados dentro dos parâmetros estabelecidos
poderão ser encontrados com o uso de metacaulim em percentuais de 10% a 20%
de substituição da massa do cimento aos 49 dias de cura.



Resumo Inglês:

The concern about the environment has motivated several studies on the use of
pozzolanic materials as a partial replacement for cement in concrete and mortar.
However, there are few data about such a use in concrete designed for the
production of precast elements, which is usually called dry or no-slump concrete,
due to the low humidity required in the process of molding and pressing. This
paper reports a preliminary study on the use of metakaolin in no-slump concrete,
analyzing five concrete mixtures with five levels of substitution, in five curing
times, aiming to determine the most appropriate percentages of replacement, i.e.,
those that promote increase in compressive strength and reduction in water
absorption by immersion. Due to the large number of variables involved, the
statistical experimental design named Central Composite Rotational Design
(CCRD) was used, and the results were analyzed using the Response Surface
Methodology (RSM). The response surface analysis showed that for all concrete
mixtures, the best results within the parameters established can be found with the
use of metakaolin in percentages of 10% at 20% of replacement in the cement
mass at 49 days of curing.