TRATAMENTO ODONTOLÓGICO NA GRAVIDEZ: O QUE MUDOU NA CONCEPÇÃO DAS GESTANTES?

Revista Ciência Plural

Endereço:
Av. Senador Salgado Filho 1787, Lagoa Nova
Natal / RN
59056-000
Site: http://www.periodicos.ufrn.br/rcp
Telefone: (84) 3442-2338
ISSN: 2446-7286
Editor Chefe: Iris do Céu Clara Costa
Início Publicação: 31/12/2014
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Saúde coletiva

TRATAMENTO ODONTOLÓGICO NA GRAVIDEZ: O QUE MUDOU NA CONCEPÇÃO DAS GESTANTES?

Ano: 2016 | Volume: 2 | Número: 2
Autores: Anna Crisllainy da Costa Monteiro, Rodolfo Macedo Pereira, Luiz Paulo De Amorim Monteiro, Iris do Céu Clara Costa
Autor Correspondente: Anna Crisllainy da Costa Monteiro | [email protected]

Palavras-chave: Gestantes, Cuidado Pré-Natal, Assistência Odontológica.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Objetivo: Investigar se houve modificação na percepção das gestantes sobre a atenção odontológica no pré-
natal, comparando os resultados das pesquisas realizadas nos últimos anos do século XX e primeiras décadas
do início do século XXI com os resultados encontrados na presente pesquisa. Métodos: Estudo de natureza
qualitativa com uma amostra de 30 gestantes na Maternidade Escola Januário Cicco da Universidade Federal
do Rio Grande do Norte, usando uma entrevista estruturada, cujas respostas foram processadas pelo software
IRAMUTEQ, para se abstrair as percepções que estão embutidas no imaginário das participantes. Resultados:
80% das entrevistadas responderam que vão ao dentista durante o pré-natal. Dessas 76,6% acham muito
importante ir ao dentista nesse período para criar uma atmosfera saudável em torno do bebê. Percebeu-se que
apesar das crenças que persistiram, algumas gestantes gostariam de ter atendimento odontológico atrelado ao
Pré-natal, porém, as condições financeiras e acesso limitado aos serviços, dificultam a realização desse
desejo. Conclusões: Houve uma mudança nos hábitos das gestantes e uma maior procura ao dentista no pré-
natal, apesar do acesso limitado. Mesmo assim ainda é necessário desenvolver um trabalho educativo com
essa clientela, esclarecendo dúvidas e melhorando o acesso ao serviço público odontológico neste período.



Resumo Inglês:

Objective: Investigate whether there was change in the perception of pregnant women about dental attention at
the prenatal care, comparing the Results of research made the Last year the XX century and first decades of the
XXI century with the results found in the present research. Methods: was made an Cross- sectional study of the
qualitative nature with a sample of 30 pregnant women in the Maternity School Januário Cicco the UFRN. In
Which, applied a structured interview, Whose answers Were processed through IRAMUTEQ software, to
abstract the perceptions that are embedded of imaginary participants. Results: 80% of interviewed answered
that go to the dentist during the prenatal period. Being that 76.6% think it very important go to the dentist this
period, to create a healthy atmosphere around the baby does. Through the reports it was realized despite the
beliefs that still persist, many pregnant women would like to go to the dental care during the Prenatal. However,
as financial conditions and to access conditions, difficult the realization of this desire. Conclusions: There was
a change the habits of pregnant women in relation the looking the Dentist during the prenatal care, despite the
limited access. Even so, is still necessary develop a educational work with this public, answering questions and
improving access to dental Public service this period.