TRATAMENTO DE MANIFESTAÇÃO BUCAL EXACERBADA DA DOENÇA DE MÃO, PÉ E BOCA COM APDT

Arquivos de Ciências da Saúde da Unipar

Endereço:
Praça Mascarenha de Moraes, 4282 - UNIPAR - Zona III
Umuarama / PR
87502210
Site: https://ojs.revistasunipar.com.br/index.php/saude
Telefone: (44) 3621-2816
ISSN: 1982-114X
Editor Chefe: Giuliana Zardeto
Início Publicação: 31/01/1997
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Ciências da Saúde

TRATAMENTO DE MANIFESTAÇÃO BUCAL EXACERBADA DA DOENÇA DE MÃO, PÉ E BOCA COM APDT

Ano: 2023 | Volume: 27 | Número: 9
Autores: Amanda Ferreira Tetilia, Greciane Junior da Silva, André Legnani, Leonardo de Souza Araujo, Rosinei de Freitas, Cíntia de Souza Alferes Araújo, Daniela de Cassia Faglioni Boleta Ceranto
Autor Correspondente: Amanda Ferreira Tetilia | [email protected]

Palavras-chave: Doença de Mão Pé e Boca; Infecção Viral; Terapia Fotodinâmica Antimicrobiana, Hand, Foot and Mouth Disease; Viral Infection; Antimicrobial Photodynamic Therapy, Doença de Mão Pé e Boca; Infección Vírica; Terapia Fotodinámica Antimicrobiana

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Introdução: A doença da mão, pé e boca (DMPB) é uma infecção viral contagiosa que afeta principalmente crianças, mas também pode afetar adultos. É causada por diferentes tipos de enterovírus, sendo o CV-A16 e o EV-A71 os mais comuns. A transmissão ocorre pelo contato direto com fluidos corporais infectados ou por meio de objetos contaminados. Apresenta sintomas como febre, dor de garganta, falta de apetite e erupções cutâneas nas mãos, pés e boca. Embora a maioria dos casos seja leve e resolva- se espontaneamente, complicações graves, incluindo problemas neurológicos, podem ocorrer. O diagnóstico geralmente é clínico, com base nos sintomas e nas características das lesões. O tratamento é sintomático, com o uso de analgésicos e antitérmicos para aliviar a dor e a febre. No caso de lesões bucais graves a terapia fotodinâmica antimicrobiana (aPDT) em combinação com a fotobiomodulação com laser de baixa potência tem sido utilizada como uma abordagem promissora. A aPDT é capaz de eliminar microrganismos, incluindo vírus, independentemente de sua resistência aos antimicrobianos, e a fotobiomodulação auxilia na modulação da resposta inflamatória, alívio da dor e na cicatrização. Os lasers de baixa potência são a fonte de luz mais adequada para a fotoinativação viral, devido à sua interação precisa com o fotossensibilizante e a capacidade de fornecer a energia necessária para o efeito virucida. Metodologia: Relato de caso qualitativo e descritivo. Objetivo: Este relato de caso tem como objetivo descrever o tratamento de lesões bucais graves da DMPB combinando aPDT e fotobiomodulação com laser de baixa potência. Resultados: O tratamento mostrou resultados promissores no alívio dos sintomas e na melhora do quadro clínico. Conclusão: Mesmo em manifestações exacerbadas da doença de mão, pé e boca, podemos notar melhoras significativas nas lesões bucais após a aPDT com azul de metileno em combinação com a fotobiomodulação com laser de baixa potência.



Resumo Inglês:

Introduction: Hand, foot and mouth disease (HFMD) is a contagious viral infection that mainly affects children, but can also affect adults. It is caused by different types of enterovirus, with CV-A16 and EV-A71 being the most common. Transmission occurs through direct contact with infected body fluids or through contaminated objects. Symptoms include fever, sore throat, lack of appetite and rashes on the hands, feet and mouth. Although most cases are mild and resolve spontaneously, serious complications, including neurological problems, can occur. Diagnosis is usually clinical, based on the symptoms and characteristics of the lesions. Treatment is symptomatic, with the use of analgesics and antipyretics to relieve pain and fever. In the case of severe mouth lesions, antimicrobial photodynamic therapy (aPDT) in combination with low-power laser photobiomodulation has been used as a promising approach. aPDT is capable of eliminating microorganisms, including viruses, regardless of their resistance to antimicrobials, and photobiomodulation helps to modulate the inflammatory response, relieve pain and promote healing. Low-power lasers are the most suitable light source for viral photoinactivation, due to their precise interaction with the photosensitizer and their ability to provide the necessary energy for the virucidal effect. Methodology: Qualitative and descriptive case report. Objetive: This case report aims to describe the treatment of severe oral lesions of BPPD by combining aPDT and low-power laser photobiomodulation. Results: The treatment showed promising results in relieving symptoms and improving the clinical picture. Conclusion: Even in exacerbated manifestations of hand, foot and mouth disease, we can see significant improvements in mouth lesions after aPDT with methylene blue in combination with low-power laser photobiomodulation.



Resumo Espanhol:

Introducción: La enfermedad de manos, pies y boca (EMPB) es una infección vírica contagiosa que afecta principalmente a los niños, aunque también puede afectar a los adultos. Está causada por diferentes tipos de enterovirus, siendo el CV-A16 y el EV-A71 los más comunes. La transmisión se produce por contacto directo con fluidos corporales infectados o a través de objetos contaminados. Los síntomas incluyen fiebre, dolor de garganta, falta de apetito y erupciones en manos, pies y boca. Aunque la mayoría de los casos son leves y se resuelven espontáneamente, pueden producirse complicaciones graves, incluidos problemas neurológicos. El diagnóstico suele ser clínico, basado en los síntomas y las características de las lesiones. El tratamiento es sintomático, con el uso de analgésicos y antipiréticos para aliviar el dolor y la fiebre. En el caso de lesiones bucales graves, la terapia fotodinámica antimicrobiana (aPDT) en combinación con la fotobiomodulación láser de baja potencia se ha utilizado como un enfoque prometedor. La aPDT es capaz de eliminar los microorganismos, incluidos los virus, independientemente de su resistencia a los antimicrobianos, y la fotobiomodulación ayuda a modular la respuesta inflamatoria, aliviar el dolor y favorecer la cicatrización. Los láseres de baja potencia son la fuente de luz más adecuada para la fotoinactivación viral, debido a su interacción precisa con el fotosensibilizador y a su capacidad para proporcionar la energía necesaria para el efecto virucida. Metodología: Caso clínico cualitativo y descriptivo. Objetivo: Este caso clínico pretende describir el tratamiento de lesiones orales severas de BPPD mediante la combinación de aPDT y fotobiomodulación con láser de baja potencia. Resultados: El tratamiento mostró resultados prometedores en el alivio de los síntomas y la mejora del cuadro clínico. Conclusión: Incluso en las manifestaciones exacerbadas de la enfermedad de manos, pies y boca, podemos observar mejoras significativas en las lesiones bucales tras la aPDT con azul de metileno en combinación con fotobiomodulación con láser de baja potencia.