TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE (TDAH) NA EDUCAÇÃO

Cenas Educacionais

Endereço:
Avenida Contorno - S/N - São José
Caetité / BA
46400-000
Site: https://www.revistas.uneb.br/index.php/cenaseducacionais/index
Telefone: (77) 3454-2021
ISSN: 2595-4881
Editor Chefe: Janaína de Jesus Santos
Início Publicação: 12/06/2018
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Linguística, Letras e Artes, Área de Estudo: Saúde coletiva, Área de Estudo: Educação, Área de Estudo: Multidisciplinar

TRANSTORNO DO DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE (TDAH) NA EDUCAÇÃO

Ano: 2019 | Volume: 2 | Número: 1
Autores: Álvaro Luís Pessoa de Farias, Divanalmi Ferreira Maia, Marcos Antonio Torquato de Oliveira, Victor Hugo Cavalcante Porto
Autor Correspondente: Álvaro Luís Pessoa de Farias | [email protected]

Palavras-chave: Alunos; Aprendizagem; Escola; Professores; TDAH.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A presente pesquisa busca informar e divulgar o Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), para os profissionais da educação, alunos e familiares na busca de amenizar os problemas de aprendizagem e discutir a importância da alfabetização na idade certa. O objetivo geral do trabalho é, portanto, analisar os problemas causados, especialmente na aprendizagem relacionados ao Transtorno, provocando deficiências na leitura e escrita, detectados em sua maioria em crianças entre 6 e 8 anos de idade. Nesse sentido, descrições sobre a conceituação, que caracteriza o transtorno, diagnóstico e tratamento são descritos ao longo desse trabalho. Os resultados obtidos sugerem que os profissionais da educação não conhecem o problema e não sabem como lidar quando estão presentes em sala de aula, alunos diagnosticados ou com necessidade de laudo para o TDAH. A pesquisa pode contribuir significativamente para os professores, em especial conhecer os determinantes do desempenho escolar de alunos com o transtorno, Os questionários foram aplicados com cinqüenta e quatro professores de três escolas, uma na zona rural, outra no centro e uma terceira na periferia, todas da rede municipal da cidade de Mossoró-RN. Diante da análise de dados, observou-se que os professores dessas instituições de ensino sabem pouco ou nada sobre a existência do transtorno e as características que mais descreve essas crianças. E, mais grave ainda, é não saberem diferenciar o comportamento excessivo dessas crianças de outros hábitos como má educação ou de força de vontade do aluno. Assim a pesquisa mostra a importância de discussões como essas.



Resumo Inglês:

The present research aims to inform and disseminate the Attention Deficit Hyperactivity Disorder (ADHD), for educators, students and families in the quest to alleviate learning problems and discuss the importance of literacy at the right age. The general objective of the study is to analyze the problems caused, especially in learning related to the disorder, causing deficiencies in reading and writing, detected mostly in children between 6 and 8 years of age. In this sense, descriptions about the conceptualization, that characterize the disorder, diagnosis and treatment are described throughout this work. The results obtained suggest that the professionals of the education do not know the problem and do not know how to handle when they are present in the classroom, students diagnosed or in need of report for ADHD. The questionnaires were applied with fifty-four teachers from three schools, one in the rural area, the other in the center, and a third in the periphery, all of the municipal network of the city of Mossoró-RN. Given the data analysis, it was observed that the teachers of these educational institutions know little or nothing about the existence of the disorder and the characteristics that most describe these children. And, even more serious, it is not knowing how to differentiate the excessive behavior of these children from other habits such as bad education or student willpower. So the research shows the importance of such discussions.



Resumo Espanhol:

La presente investigación busca informar y divulgar el trastorno del déficit de atención y la hiperactividad (TDAH), para los profesionales de la educación, alumnos y familiares en la búsqueda de amenizar los problemas de aprendizaje y discutir la importancia de la alfabetización a la edad correcta. El objetivo general del trabajo es, por lo tanto, analizar los problemas causados, especialmente en el aprendizaje relacionado con el trastorno, provocando deficiencias en la lectura y escritura, detectadas en su mayoría en niños entre 6 y 8 años de edad. En este sentido, descripciones sobre la conceptualización, que caracteriza el trastorno, el diagnóstico y el tratamiento se describen a lo largo de este trabajo. Los resultados obtenidos sugieren que los profesionales de la educación no conocen el problema y no saben cómo manejar cuando están presentes en el aula, alumnos diagnosticados o con necesidad de laudo para el TDAH. La encuesta puede contribuir significativamente a los profesores, en especial conocer los determinantes del desempeño escolar de los alumnos con el trastorno, Los cuestionarios se aplicaron con cincuenta y cuatro profesores de tres escuelas, una en la zona rural, otra en el centro y una tercera en la periferia, todas de la red municipal de la ciudad de Mossoró-RN. Ante el análisis de datos, se observó que los profesores de esas instituciones de enseñanza saben poco o nada sobre la existencia del trastorno y las características que más describen a estos niños. Y, más grave aún, es no saber diferenciar el comportamiento excesivo de esos niños de otros hábitos como mala educación o de fuerza de voluntad del alumno. Así la investigación muestra la importancia de discusiones como éstas.