Totalitarismo empresarial: uma análise do sistema Bata no Brasil e no Chile (1940-1970)

Mundos do Trabalho

Endereço:
Programa de Pós-Graduação em História – CFH, Campus Universitário – UFSC, Bairro Trindade
Florianópolis / SC
88040-970
Site: http://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/index
Telefone: (48) 3721-9359
ISSN: 19849222
Editor Chefe: Aldrin A. S. Castellucci
Início Publicação: 31/05/2009
Periodicidade: Anual
Área de Estudo: História

Totalitarismo empresarial: uma análise do sistema Bata no Brasil e no Chile (1940-1970)

Ano: 2020 | Volume: 12 | Número: Não se aplica
Autores: Vinícius de Rezende
Autor Correspondente: Vinícius de Rezende | [email protected]

Palavras-chave: Sistema Bata, controle social, totalitarismo empresarial

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A partir dos anos 1930, a Bata Shoes Corporation, empresa de origem checa, consolidou-se como uma organização multinacional que figurou entre os maiores produtores mundiais de calçados e foi precursora na realização de transformações de ordem econômica, organizacional e social nas suas instalações em mais de 40 países. Além da racionalização dos processos produtivos, fundou escolas industriais para formar seus dirigentes industriais e notabilizou-se por construir vilas operárias dotadas de aparatos assistenciais para os seus funcionários. Neste artigo, analiso como se deu a implantação do sistema Bata – conjunto de métodos de produção e de técnicas de gestão – no Brasil e no Chile, entre as décadas de 1940 e 1970, tendo como principal objetivo interpretar as características do projeto de controle social que buscava exercer um domínio praticamente total sobre os trabalhadores, indo além dos espaços e dos tempos de trabalho, ao adentrar as esferas domésticas e os períodos de ócio.



Resumo Inglês:

During the 1930s, the Czech company Bata Shoes Corporation became a well-established multinational organization. It figured amidst the largest shoes producers in the world, being a pioneer in carrying out economic, organizational and social transformations in its internationally widespread facilities. In addition to the improvement of production processes, Bata Shoes Corporation managed to create industrial schools in different countries to train its industrial managers. The company was also recognized for providing workers with habitation located in company towns. In this article, I analyse how production methods and management techniques created by Bata (the Bata System) were implemented in Brazil and Chile, between the 1940s and 1970s. The paper’s main objective is to analyse the characteristics of a project which ultimately sought to expand the corporation’s control over its workers. I argue that Bata exerted a huge dominance over its employees, specially through pervasive practices related not only to factory dynamics, but also to labourer’s private lives.