A tipografia Armorial: a concepção de uma identidade visual sertaneja

DATJournal

Endereço:
Avenida Roque Petroni Júnior - 630 - Jardim das Acácias
São Paulo / SP
04707-000
Site: https://datjournal.anhembi.br/dat
Telefone: (11) 5095-5634
ISSN: 2526-1789
Editor Chefe: Gilbertto Prado
Início Publicação: 11/10/2016
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Arquitetura e urbanismo

A tipografia Armorial: a concepção de uma identidade visual sertaneja

Ano: 2016 | Volume: 1 | Número: 1
Autores: L. Cardinali
Autor Correspondente: L. Cardinali | [email protected]nsoloecardinali.com.br

Palavras-chave: Tipografia, Tipografia Armorial, Tipografia Vernacular, Iluminogravura, Ariano Suassuna

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O artigo observa o trabalho do dramaturgo, romancista e poeta paraibano Ariano Suassuna que, em outubro de 1970, protagonizou as bases do Movimento Armorial: uma iniciativa que buscou construir o repertório de uma arte erudita baseado em referências da cultura regional e popular. Especificamente, analisa a tipografia armorial ou alfabeto sertanejo encontrada nos títulos das iluminogravuras de Suassuna, em conjunto com o Movimento Armorial na atuação como perpetuador de uma memória coletiva, visual e regional, pleiteando apresentar uma identidade popular, nordestina, brasileira. Como resultado, foi desenvolvido um projeto tipográfico que incorpora características formais desse alfabeto aplicadas em uma estrutura tipográfica clássica, estabelecendo a proposição fundamental do Movimento Armorial de unir o popular ao erudito.



Resumo Inglês:

This article examines the work of Ariano Suassuna, a brazilian playwright, novelist and poet born in the state of Paraiba. In October 1970, he lead the Armorial Movement: an artistic movement that sought to build a repertoire of a classical art based on references of regional and popular culture. This work analyzes the sertanejo (backland) typography found in the woodcuts designed by Suassuna for the group, sort of medieval illumination of manuscripts. The Armorial Movement has a relevant role in perpetuating a regional collective memory, seeking to present a popular identity typical from the brazilian northeastern. As a result, a typographic design has been created incorporating formal features of that alphabet, applied in a classic typographic structure, thus establishing the fundamental proposition of the Armorial Movement as responsible for the union of popular and classical.