TIME-DRIVEN ABC: ANÁLISE BIBLIOMÉTRICA DE ARTIGOS ACADÊMICOS DIVULGADOS EM PERIÓDICOS CIENTÍFICOS ENTRE 2004 E 2015

ABCustos

Endereço:
Avenida Unisinos - 950 - Cristo Rei
São Leopoldo / RS
93022750
Site: https://www.abcustos.emnuvens.com.br/abcustos/index
Telefone: (51) 9406-0625
ISSN: 1980-4814
Editor Chefe: Clóvis Antônio Kronbauer
Início Publicação: 01/05/2006
Periodicidade: Quadrimestral

TIME-DRIVEN ABC: ANÁLISE BIBLIOMÉTRICA DE ARTIGOS ACADÊMICOS DIVULGADOS EM PERIÓDICOS CIENTÍFICOS ENTRE 2004 E 2015

Ano: 2016 | Volume: 11 | Número: 1
Autores: Terence Boina, Ewerton Avelar, Antônio Artur de Souza, Pierre Ohayon
Autor Correspondente: Terence Boina | [email protected]

Palavras-chave: time-driven activity based costing, análise bibliométrica, periódicos científicos.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Este trabalho visou analisar características de estudos científicos sobre o time-driven activity-based costing (TDABC) publicados em periódicos no período de 2004 ao primeiro semestre de 2015. Analisaram-se 51 artigos, por meio das seguintes técnicas: análise de conteúdo, estatística descritiva, teste do Qui-Quadrado e análise bibliométrica, com enfoque no índice de Lotka (Lei de Lotka). Constatou-se predomínio dos trabalhos empíricos sobre os teóricos e dos qualitativos em relação aos quantitativos e aos híbridos (quali-quanti). Constatou-se o uso de entrevistas (estruturadas e semiestruturadas) e de observações direta ou participante como as principais técnicas de coleta de dados. Verificou-se uma média de 2,5 de autores por artigo, sendo que 74% dos artigos foram escritos por três autores ou menos. A análise sinalizou uma grande concentração de trabalhos em alguns poucos autores e uma grande quantidade de one-timers. Em relação ao TDABC, o incremento na precisão do processo de apuração dos custos e a gestão da capacidade ociosa do processo produtivo foram os benefícios mais frequentemente destacados. Já as limitações mais reiteradas do referido método de custeio foram a necessidade de um sistema de informações estruturado, o custo de coleta de dados e os recursos consumidos que não possuem o tempo como variável de atribuição.



Resumo Inglês:

This paper presents the results of a study that aimed at analyzing characteristics on the papers of time-driven activity-based costing (TDABC). It analyzed 51 articles, by following techniques: content analysis, descriptive statistics, chi-square test and bibliometric analysis, focusing on the Lotka index (Lotka's Law). It was found a predominance of empirical studies on the theoretical and qualitative over the quantitative and hybrids (qualitative and quantitative). Also found the use of interviews (structured and semi-structured) and direct observations or participant as the main data collection techniques. There was an average of 2.5 authors per article, with 74% of the articles were written by three authors or less. The analysis demonstrated a high concentration of jobs in a few authors and a lot of one-timers. Regarding the TDABC, increasing the accuracy of the calculation of costs and management of overcapacity in the production process were the benefits most often highlighted in the analyzed studies. Already the most repeated limitations of that cost method were the need for a structured information system, the cost of data collection and consumed resources that do not have the time as variable assignment.