Teologia Mariana: Contribuições para a reflexão sobre a humanização de Deus

Atualidade Teológica

Endereço:
Rua Marquês de São Vicente, 225 - Departamento de Teologia - PUC-Rio - Gávea
Rio de Janeiro / RJ
22451-900
Site: http://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/rev_ateo.php?strSecao=INDEX
Telefone: (21) 03527-1974
ISSN: 16763742
Editor Chefe: Maria Teresa de Freitas Cardoso
Início Publicação: 30/11/1997
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Teologia

Teologia Mariana: Contribuições para a reflexão sobre a humanização de Deus

Ano: 2017 | Volume: 21 | Número: 57
Autores: L. Pedrosa-Pádua
Autor Correspondente: L. Pedrosa-Pádua | [email protected]

Palavras-chave: Teologia mariana, Encarnação, Kénosis, Humanização de Deus.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A teologia mariana contribui para evidenciar a lógica encarnatória da ação divina, que transforma o ser humano e a história a partir de dentro, doando-lhes uma vida nova e um futuro insuspeitado. Por lógica encarnatória entendemos a lógica kenótica de Deus, pela qual, em Jesus Cristo, Ele se humaniza, “desce”, “entra”, “submerge” em nossa humanidade, faz-se escravo, transpassa a humanidade humilhada e instaura dinâmicas de uma vida nova. O texto inicia com um estudo bíblico da perícope da Anunciação, através da qual é possível afirmar que a graça da mulher Maria é servir à humanização de Deus; em seguida apresenta como a Igreja antiga elaborou uma teologia mariana na qual a maternidade de Maria é relacionada à Kénosis do Verbo; analisa alguns elementos antropológicos decorrentes da lógica encarnatória da graça, a partir dos signifi cados antropológicos da resposta de Maria à proposta divina; indica algumas consequências da humanização de Deus para a espiritualidade cristã e finaliza com uma reflexão sobre o evento do encontro da imagem de N. Sra. Aparecida, apresentado como metáfora da lógica encarnatória da graça de Deus na vida dos pobres. Este evento conclama a uma kénosis da Igreja como pressuposto para um verdadeiro discipulado.



Resumo Inglês:

Marian theology contributes to sustain the incarnation logic of divine action, which transforms human beings and history from within, granting new life and unsuspected future. Incarnation logic refers to the kenotic logic of God, through which He humanizes in Jesus Christ, “descends”, “enters”, “submerges” into our humanity, enslaves Himself, pierces humiliated humanity and establishes the dynamics of a new life. The text begins with a biblical study of the Annunciation pericope, through which is possible to affi rm that the grace of Mary is to serve to the humanization of God; then it presents how the early Church elaborated a Marian theology where the maternity of Mary is related to the Kenosis of the Word; following it analyzes some anthropological elements resultant of the incarnation logic of grace, starting from the anthropological meanings of the answer of Mary to the divine proposition; subsequently it indicates some consequences of the humanization of God to the Christian spirituality and concludes with a refl ection on the event of the encounter of the image of Our Lady of Aparecida, presented as a metaphor for the incarnation logic of the grace of God in the life of the poor. This event beckons a kenosis of the Church as presumption for a true discipleship.