Subdesenvolvimento periférico: a compreensão estrutural no limiar da idiossincrasia econômica

Multiface

Endereço:
Avenida Presidente Antônio Carlos, 6.627 - Faculdade de Ciências Econômicas - sala 3080 - Pampulha
Belo Horizonte / MG
31270901
Site: http://revistas.face.ufmg.br/index.php/multiface
Telefone: (31) 03409-7066
ISSN: 2358-9760
Editor Chefe: Ivan Prates Sternick
Início Publicação: 01/06/2007
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Administração, Área de Estudo: Economia

Subdesenvolvimento periférico: a compreensão estrutural no limiar da idiossincrasia econômica

Ano: 2017 | Volume: 5 | Número: 2
Autores: Eduarda Moura Pereira
Autor Correspondente: Eduarda Moura Pereira | [email protected]

Palavras-chave: dependência, estrutura, periferia, subdesenvolvimento

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O presente trabalho objetiva-se a delinear uma compreensão do subdesenvolvimento latino-americano a partir de sua perspectiva estrutural e dependente. Para tanto, são recuperadas algumas das contribuições literárias à teoria do desenvolvimento, e estabelecidos os impedimentos estruturais – tanto econômicos, quanto sociais e internacionais – à superação da subordinação periférica. Nesse sentido, iniciaremos com uma explanação geral sobre a derrocada dos pressupostos clássicos no início do século XX, para em seguida examinarmos o aporte teórico concedido através da literatura do Imperialismo, da Teoria da Dependência, e da abordagem Cepalina, e suas significâncias na fundamentação das análises estruturais. Finalmente, faz-se um diagnóstico da especificidade dessas estruturas nos países dependentes, à luz da realidade brasileira, a fim de apreender o subdesenvolvimento em sua totalidade, para além das causalidades de natureza puramente econômica.