A Rodada Doha, as mudanças no regime do comércio internacional e a política comercial brasileira

Revista Brasileira De Política Internacional

Endereço:
Caixa Postal 4400
Brasília / DF
70910-900
Site: http://www.scielo.br/rbpi
Telefone: (61) 31073651
ISSN: 347329
Editor Chefe: Antônio Carlos Lessa
Início Publicação: 28/02/1958
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Ciência política

A Rodada Doha, as mudanças no regime do comércio internacional e a política comercial brasileira

Ano: 2012 | Volume: 55 | Número: 1
Autores: Susan Elizabe th Martins Cesar, Eiiti Sato
Autor Correspondente: Susan Elizabe th Martins Cesar | [email protected]

Palavras-chave: cadeias de valor globais (CVG), comércio internacional, economia política internacional, política comercial, Rodada Doha.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Este trabalho tem como objetivo discutir os atuais desafios do multilateralismo tradicional no
comércio, visíveis nos impasses da Rodada Doha, diante das novas realidades do comércio
internacional globalizado, caracterizado pela dispersão e fragmentação da produção sob a lógica
das cadeias de valor globais (CVG). O artigo discute a forma em que essas transformações estão
desafiando pressupostos tradicionais do sistema multilateral de comércio e as negociações da
Rodada Doha. Tomando o caso do Brasil como exemplo, o artigo argumenta que o descompasso
entre a agenda negociadora e as novas realidades do comércio internacional reside nos próprios
países-membros da OMC que, em sua maioria, ainda não pautam suas políticas comerciais e
suas estratégias de inserção internacional por essas novas dinâmicas do comércio internacional.
Por fim, o trabalho mostra que a política comercial brasileira durante a última década esteve
desalinhada com essa nova realidade ao dar demasiada ênfase às formas tradicionais de
negociação comercial, deixando de considerar as modificações essenciais ocorridas nos padrões
de comércio na esteira do processo de globalização.



Resumo Inglês:

This paper discusses the current challenges of the multilateral trade system, which are reflected
in the WTO Doha Round deadlock. The main patterns of trade have changed due to the rise of
global value chains and the globalization of the world economy, characterized by an increasing
dispersion and fragmentation of industrial production. The article discusses the way these changes
are challenging traditional assumptions of the multilateral trade system and the WTO Doha
Round negotiations. Taking Brazil as an example, the paper argues that the mismatch between
the negotiating agenda and the new world trade realities dwells in the very WTO member
countries, which, at a great extent, have not yet aligned its trade policies to the new dynamics
of the international trade. Finally, we argue that during the last ten years Brazil’s trade policy
has not properly considered the important changes in the international trade patterns brought
about by global value chains and economic globalization.