Rede de cuidados no SUS e SUAS: fortalecimento da rede de atenção psicossocial para atendimento de demandas de saúde mental

Revista de Saúde Pública do Paraná

Endereço:
Rua Doutor Dante Romanó, 120 - Tarumã
Curitiba / PR
82821016
Site: http://revista.escoladesaude.pr.gov.br/index.php/rspp
Telefone: (41) 3342-2993
ISSN: 82821-016
Editor Chefe: Priscila Meyenberg Cunha Sade
Início Publicação: 25/07/2018
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Saúde coletiva

Rede de cuidados no SUS e SUAS: fortalecimento da rede de atenção psicossocial para atendimento de demandas de saúde mental

Ano: 2019 | Volume: 2 | Número: Suplemento
Autores: Viviane Genovezzi Salatiel, Regina Coeli Lise
Autor Correspondente: Viviane Genovezzi | [email protected]

Palavras-chave: sistemas de identificação de pacientes, saúde da família, saúde mental, atenção primária à saúde, gestão da qualidade em saúde

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O presente artigo refere-se a um Projeto de Intervenção, cujo objetivo principal é organizar o processo de trabalho para inclusão do atendimento das demandas em Saúde Mental na Atenção Primária. Para propiciar tal intervenção, o Apoio Matricial e a Tecnologia Relacional são as metodologias indicadas, pois viabiliza o desenvolvimento de ações de sensibilização dos profissionais para fortalecimento da Rede de Cuidados às pessoas com sofrimento e/ou transtorno mental. Idealiza-se um trabalho de ação com práticas intersetoriais entre a Atenção Básica (Saúde – SUS) e a Proteção Básica (Assistência Social – SUAS), visto que ambos os campos de atuação são de suma importância na construção da Rede de Cuidados, assim como possuem muitos objetivos em comum. Não foi realizado projeto-piloto, contudo, espera-se amenizar o estigma e preconceito em relação aos pacientes com sofrimento psíquico e/ou transtorno mental, oferecendo cuidados aos mesmos na Atenção Primária e na Proteção Básica, aumentando assim a resolutividade do atendimento às demandas de Saúde Mental no próprio território do paciente, nos serviços de referência.



Resumo Inglês:

This article is an Intervention Project, whose main objective is to organize the work process to include the attendance of the demands in Mental Health at Primary Care. In order to provide such intervention, Matrix  Support  and  Relational  Technology  are  the  indicated  methodologies,  as  they  allow  the  development  of  actions to raise the awareness of professionals to strengthen the Network of Care for people with mental suffering and/or  mental  disorder.  A    work  of  action  with  intersectoral  practices  between  Basic  Care  (Health  -  SUS)  and  Basic Protection (Social Assistance - SUAS) is idealized, since both fields of action are of paramount importance in  the  construction  of  the  Care  Network,  and  have  many  common  goals.  A  pilot  project  was  not  carried  out;  however,  it  is  hoped  to  alleviate  stigma  and  prejudice  in  relation  to  mental  sufferingand/or  mental  disorder  patients, offering care to them at Primary Care and Basic Protection, thus increasing the resolution of care to the demands of Mental Health in the patient's own territory, at reference services.