QUÍMICA ESTELAR E ESTRELAS APOCALÍPTICAS: ESTUDO COMPARATIVO

Colloquium Exactarum

Endereço:
Rod. Raposo Tavares, Km 572
Presidente Prudente / SP
19067175
Site: http://journal.unoeste.br/index.php/ce
Telefone: (18) 3229-2079
ISSN: 21788332
Editor Chefe: Robson Augusto Siscoutto e Ana Paula Marques Ramos
Início Publicação: 30/11/2009
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Ciências Exatas, Área de Estudo: Engenharias

QUÍMICA ESTELAR E ESTRELAS APOCALÍPTICAS: ESTUDO COMPARATIVO

Ano: 2012 | Volume: 4 | Número: 2
Autores: Nikele Milani, Gabriele Marques Stunges, Éderson da Silva Stelato, Maria Salete Vaceli Quintilio
Autor Correspondente: Nikele Milani | [email protected]

Palavras-chave: nucleossíntese, estrelas, supernova

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Todos os átomos existentes no Universo, exceto o Hidrogênio (H) e o Hélio (He), advêm dos processos que
ocorrem nas estrelas e de sua evolução. As estrelas transmutam o H e o He em outros elementos mais
pesados através da fusão nuclear e de seu processo evolutivo final, abastecendo e enriquecendo o meio
interestelar do qual se originam os sistemas planetários. Entretanto, o mesmo ciclo evolutivo que pode dar origem a um planeta habitável também pode causar a sua destruição, juntamente com as possíveis formas de vida presentes, como por exemplo, em explosões de supernovas, final evolutivo de estrelas massivas. Uma estrela em particular, conhecida como Wolf-Rayet 104 (WR 104), situada a apenas 8000 anos-luz de distancia, encontra-se perto o suficiente da Terra para gerar dúvidas e controvérsias. Além disso, nosso próprio Sol, quando no final de seu ciclo evolutivo, pode trazer consequências funestas para o planeta Terra.



Resumo Inglês:

All atoms existing in the Universe, except Hydrogen (H) and helium (He), arise from processes occurring in stars and their evolution. The stars transmute the H and He in other heavier elements through nuclear fusion and its process rolling, filling and enriching the interstellar medium from which they originate planetary systems. However, the same evolutionary cycle that can lead to a habitable planet can also cause its destruction, along with possible life forms present, e.g., in supernova explosions, final evolution of massive stars. One particular star, known as Wolf-Rayet 104 (WR 104), situated just 8000 light-years away, is close enough to the Earth to generate questions and controversies. Moreover, our own sun, when at the end of their life cycle, can bring dire consequences for the planet Earth.