Procrastinação e desempenho acadêmico: indícios por meio da análise de correspondência

Revista Mineira de Contabilidade

Endereço:
Rua Cláudio Manoel - 639 - Savassi
Belo Horizonte / MG
30140-105
Site: http://revista.crcmg.org.br
Telefone: (31) 3269-8413
ISSN: 2446-9114
Editor Chefe: Profª. Dra. Nálbia de Araújo Santos
Início Publicação: 16/10/2000
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Ciências Sociais Aplicadas, Área de Estudo: Ciências Contábeis

Procrastinação e desempenho acadêmico: indícios por meio da análise de correspondência

Ano: 2016 | Volume: 17 | Número: 3
Autores: Derley Júnior Miranda Silva, Marli Auxiliadora da Silva, Marcus Sérgio Satto Vilela, Renata Mendes de Oliveira
Autor Correspondente: Derley Júnior Miranda Silva | [email protected]

Palavras-chave: procrastinação, desempenho acadêmico, análise de correspondência (anacor), ciências contábeis

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Buscou-se, neste estudo, investigar, por meio da técnica de Análise de Correspondência (ANACOR), se os diferentes períodos cursados e/ou em curso dos graduandos em Ciências Contábeis influenciam a procrastinação das atividades acadêmicas verificando, ainda, a associação da procrastinação às variáveis gênero e desempenho acadêmico, este caracterizado pelo Coeficiente de Rendimento Acadêmico (CRA). Para a coleta de dados foi utilizado o questionário de procrastinação de Lay (1986), composto por 20 questões que indicam o nível de procrastinação dos discentes; posteriormente, como forma de análise das respostas obtidas de 60% de estudantes de uma faculdade em uma universidade pública federal, no Pontal do Triângulo Mineiro, fez-se uso da Análise de Correspondência para verificar a associação entre as variáveis qualitativas. Os resultados indicam que: (1) os estudantes dos períodos finais do curso estão mais associados a um comportamento procrastinador; (2) os discentes do gênero feminino associam-se a um comportamento não procrastinador; e (3) os discentes cujas respostas caracterizaram comportamento procrastinador estão associados a um rendimento acadêmico de baixo a médio, ao passo que os que responderam não ter comportamento procrastinador possuem um rendimento acadêmico de médio a alto.



Resumo Inglês:

We aimed, in this study, to investigate by Correspondence Analysis (ANACOR) if the different periods attended and/or in course of Accounting graduate students influence in academic activities procrastination, checking also the association of procrastination to gender and academic performance variables, the latter characterized by the academic performance coefficient (CRA). For data collection we used Lay procrastination questionnaire (1986), composed of 20 questions that indicate the students procrastination level and later, as a way of analyzing the responses obtained from 60% of students from a college in a federal public university in Pontal of Triangulo Mineiro, it was used the Correspondence Analysis to assess the association between the qualitative variables. The results indicate that: (1) students of the course final periods are more associated with a procrastinator behavior; (2) the female students are associated with a non-procrastinator behavior; and (3) the students whose answers characterized procrastinator behavior are associated with low to medium academic performance, whereas those who responded having no procrastinator behavior have a medium to high academic performance.