Possibilidades multidisciplinares: tornando possível a aproximação entre educação física e a sociologia

Revista Conhecimento Online

Endereço:
RS-239, 2755
Novo Hamburgo / RS
Site: http://www.feevale.br/revistaconhecimentoonline/
Telefone: (51) 3586-8800
ISSN: 21768501
Editor Chefe: Gustavo Roese Sanfelice
Início Publicação: 31/08/2009
Periodicidade: Semestral

Possibilidades multidisciplinares: tornando possível a aproximação entre educação física e a sociologia

Ano: 2012 | Volume: 4 | Número: 2
Autores: C. Mezzaroba
Autor Correspondente: C. Mezzaroba | cristiano_mezzarob[email protected]

Palavras-chave: Mídia-educação, abordagem multidisciplinar, educação física, sociologia.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Neste ensaio teórico, apresentamos algumas reflexões e possibilidades de junção, na perspectiva do tratamento pedagógico tanto da Educação Física (EF) como da Sociologia – numa abordagem multidisciplinar –, analisando diversos materiais publicados em alguns veículos midiáticos, como jornais, revistas impressas, portais da internet e sites diversos, a partir da perspectiva da mídia-educação (ME). Com exemplos em torno do esporte, da saúde, do corpo e da estética, os materiais apresentados e as discussões aqui presentes são pautados pelo viés sociológico (funcionalização, sociabilização, ideologização, mercadorização e espetacularização), na tentativa de analisar algumas problemáticas que, em um primeiro momento, parecem se colocar como algo exclusivamente da EF, mas que podem ser articuladas com os saberes da Sociologia. Procura-se mostrar, com o recurso metodológico, produtivo e investigativo proposto pela ME, que é sim possível uma abordagem multidisciplinar e que, além disso, as intervenções pedagógicas podem ser mais bem contextualizadas e ampliadas, no intuito de contribuir de maneira positiva e crítica na formação das subjetividades das crianças e dos jovens, levando-os a compreenderem e serem esclarecidos sobre fatos corriqueiros que nem sempre são tratados pela mídia com a profundidade com que deveriam, resgatando a função social da escola e de seus componentes curriculares, neste caso, a EF e a Sociologia.