Poesia jurídica: um estudo exemplar de Lv 19,17-18

Pesquisas em Teologia

Endereço:
Rua Marquês de São Vicente - 225 - Gávea
Rio de Janeiro / RJ
22451900
Site: http://periodicos.puc-rio.br/index.php/pesquisasemteologia/index
Telefone: (21) 3527-1974
ISSN: 2595-9409
Editor Chefe: Prof. Dr. Abimar Oliveira de Moraes
Início Publicação: 05/12/2018
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Teologia

Poesia jurídica: um estudo exemplar de Lv 19,17-18

Ano: 2020 | Volume: 3 | Número: 6
Autores: Matthias Grenzer, Maria Cristiane dos Santos
Autor Correspondente: M. Grenzer | [email protected]

Palavras-chave: Pentateuco, Leis, Configuração poética

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Comumente, reconhece-se a poeticidade das narrativas bíblicas. São poesia épica. Semelhantemente, os cantos, os conjuntos de provérbios e/ou os discursos proféticos revelam beleza literária como poesia lírica. Com isso, surge a questão a respeito das tradições jurídicas, as quais ocupam praticamente a metade do Pentateuco. Ou seja, ao classificar a Bíblia como literatura, é preciso investigar também os conjuntos de leis em vista de suas configurações poéticas. Neste Artigo, isso ocorre, de forma exemplar, com a unidade literária de Lv 19,17-18. Após a segmentação do texto, na base de uma análise exata da composição de cada frase, procura-se pelos elementos estilísticos que foram empregados no momento da configuração poética do conjunto de leis em questão. Nesse sentido, será possível observar diversos tipos de paralelismos, uma estrutura concêntrica e a colocação múltipla de determinados elementos de acordo com números, que, aparentemente, guardam conotações simbólicas. Com isso, propõe-se o conceito técnico de "poesia jurídica", quando se visa ao gênero literário das leis.



Resumo Inglês:

Commonly, the poeticity of biblical narratives is recognized. They are epic poetry. Similarly, songs, sets of proverbs and/or prohetic speeches reveal literary beauty as lyrical poetry. With that, the question arises regarding legal traditions, which occupy practically half of the Pentateuch. That is, when classifying the Bible as literature, it is also necessary to investigate the sets of laws in view of their poetic configurations. In this Article, this occurs, in an examplary way, whith the literary unity in Lev 19:17 18. Afte r segmenting the text, on the bais of an accurate analysis of the composition of each sentence, one looks for the stylistic elements that were used at the time of the poetic configuration of the set of laws in question. In this sense, it will be possible tobserve several types of parallelisms, a concentric structure and the multiple placement of certain elements according to numbers that, apparently, have symbolic connotations. With this, the technical term of “legal poetry” is proposed, aiming at the let erary genre of laws