Percepção dos Acadêmicos de Contabilidade Sobre as Propostas de Modificação da Estrutura Conceitual do IASB: uma Análise a Partir do Enfoque Habermasiano

Revista Mineira de Contabilidade

Endereço:
Rua Cláudio Manoel - 639 - Savassi
Belo Horizonte / MG
30140-105
Site: http://revista.crcmg.org.br
Telefone: (31) 3269-8413
ISSN: 2446-9114
Editor Chefe: Profª. Dra. Nálbia de Araújo Santos
Início Publicação: 16/10/2000
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Ciências Sociais Aplicadas, Área de Estudo: Ciências Contábeis

Percepção dos Acadêmicos de Contabilidade Sobre as Propostas de Modificação da Estrutura Conceitual do IASB: uma Análise a Partir do Enfoque Habermasiano

Ano: 2015 | Volume: 16 | Número: 1
Autores: Davi Jônatas Cunha Araújo, Umbelina Cravo Teixeira Lagioia, Juliana Araújo, Rodrigo Vicente dos Prazeres, João Gabriel Araújo
Autor Correspondente: Davi Jônatas Cunha Araújo | [email protected]

Palavras-chave: estrutura conceitual, enfoque habermasiano, teoria crítica

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Esta pesquisa teve por objetivo identificar como a proposta de modificação da Estrutura Conceitual do International Accounting Standards Board (IASB), observada a partir do enfoque habermasiano, é percebida pelos acadêmicos de Contabilidade. Para tanto, foi desenvolvida por meio da aplicação de questionário, subdividido em três partes, sendo estas relativas ao perfil dos respondentes, ao entendimento deles sobre o processo de ensino e acerca das influências dos novos conceitos. Os respectivos questionários foram aplicados via e-mail para os inscritos da 1ª e 2ª edição do Simpósio Brasileiro de Teoria da Contabilidade, obtendo-se 48 respostas. Posteriormente, os dados obtidos foram analisados por meio de duas técnicas distintas: a estatística descritiva e a análise de conteúdo. Após a aplicação dessas duas técnicas de análise, os resultados apontaram que a percepção dos acadêmicos de Contabilidade sobre as novas definições dos elementos patrimoniais propostas pelo IASB, sob o enfoque habermasiano, é considerada tanto no processo de ensino quanto na produção e interpretação das informações contábeis. Com isso, caso seja implementada a proposta de mudança do IASB, os conceitos nela apresentados irão influenciar o processo de comunicação contábil; no entanto, não totalmente a favor de uma emancipação em prol dos usuários, pois, segundo a percepção dos respondentes, os conceitos propostos ainda geram distorções, indo de encontro ao preconizado por Habermas em sua ‘situação ideal de discurso’, indicando um comportamento ainda conservador e prudente



Resumo Inglês:

This research aims to identify how the proposed modification of IASB Conceptual Framework, observed from the Habermasian approach, is perceived by the scholars of Accounting Theory. Therefore, the research proceeded through a survey that was divided in three parts which relates to the profile of the respondents, the understanding of the respondents about the teaching process, and the understanding of the respondents about the influence of new concepts in the elaboration and interpretation of accounting information. The surveys were sent via e-mail to the participants of the 1st and 2nd edition of the Brazilian Symposium of Accounting Theory from which were obtained 48 responses. Subsequently, the data were analyzed using two different techniques: descriptive statistics and content analysis. After applying these two analysis techniques, the results indicated that the perception of Accounting Theory scholars about the new definitions of the patrimonial elements proposed by IASB, under the Habermasian approach is analyzed for both: the teaching process and elaboration and interpretation of accounting information. Thus, this perception has indicated that, if the change proposed by IASB gets implemented, the proposed concepts will influence the process of accounting communication, however, not entirely in favor of the emancipation of the users of accounting information, because, as perceived from the respondents, the proposed concepts are still distorting from Habermas’s “ideal speech situation” indicating a conservative and prudent behavior in the use of accounting concepts by the scholars of Accounting Theory.