PERCEPÇÃO DAS PESSOAS SURDAS SOBRE A COMUNICAÇÃO NO ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO

Revista Ciência Plural

Endereço:
Av. Senador Salgado Filho 1787, Lagoa Nova
Natal / RN
59056-000
Site: http://www.periodicos.ufrn.br/rcp
Telefone: (84) 3442-2338
ISSN: 2446-7286
Editor Chefe: Iris do Céu Clara Costa
Início Publicação: 31/12/2014
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Saúde coletiva

PERCEPÇÃO DAS PESSOAS SURDAS SOBRE A COMUNICAÇÃO NO ATENDIMENTO ODONTOLÓGICO

Ano: 2017 | Volume: 3 | Número: 2
Autores: Rodolfo Macedo Pereira, Luiz Paulo de Amorim Monteiro, Anna Crisllainy da Costa Monteiro, Iris do Céu Clara Costa.
Autor Correspondente: Rodolfo Macedo Pereira | [email protected]

Palavras-chave: Surdez. Comunicação. Odontologia.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Introdução:Para que os pacientes surdos se sintam confortáveis no consultório odontológico é preciso conhecer o ambiente e interagir com a equipe de saúde bucal. Dessa maneira, é importante que os profissionais estejam atentos e abertos para compreender as necessidades dessa clientela. Objetivo:Avaliar a percepção das pessoas com deficiência auditiva sobre o processo de comunicação no atendimento por cirurgiões-dentistas. Trata-se de um estudo quantitativo e qualitativo no qual participaram do estudo 30 surdos, sendo 17 homens e 13 mulheres com média de idade de 33 anos. Os dados foram obtidos por meio de questionários semi-estruturados com perguntas abertas e fechadas. As variáveis quantitativas foram pareadas e analisadas através da estatística descritiva, enquantoo material textual sobre o significado do assunto comunicação no atendimento odontológico foi processado com auxílio do software IRAMUTEQ 0.7 alpha 2. Resultados:Os resultados obtidos demonstraram que os surdos compartilham entre si significados centralizados nas necessidades dessa população, suas dificuldades e expectativas ao dirigir-se a um consultório odontológico.Isso é ainda mais evidenciado, pois 70% deles considera que os cirurgiões-dentistas não estão preparados para atender usuários com deficiência auditiva. Conclusão:Fica explicita a importância do incentivo a adesão ao componente curricular da Língua Brasileira de Sinais (Libras) na graduação e a formação continuada dos cirurgiões-dentistas, tendo como base a atenção integral à saúde do surdo, a fim de aumentar o nível de satisfação desses sujeitos nos serviços de saúde e na comunicação com a equipe odontológica.



Resumo Inglês:

Introduction: To deaf patients feel comfortable in the dental office is necessary to know the environment and interact with the oral health team. In this way it is important for professionals to be attentive and open to understand the needs of this clientele. Aim:The aim of this study was to evaluate the perception of people with hearing loss on the communication process in dentistry service. Methods:It is a quantitative and qualitative study which was which was attended by 30 deaf, 17 men and 13 women with an average age of 33 years. Data were collected through semi-structured questionnaires with open and closed questions. Quantitative variables were matched and analyzed using the R software version 3.2.3, while the textual material about the meaning of the issue communication in dental care was processed with the aid of IRAMUTEQ software version 0.7 alpha 2. Results:The results showed that deaf people share with each other meanings centered on the needs of this population, their difficulties and expectations to go to a dental clinic.This is even more evident because 70% of them consider that dentists are not prepared to meet users with hearing impairment. Conclusion:Therefore, it is evident the importance of encouraging adherence to curricular component of Brazilian Sign Language (Libras) in undergraduate and continuing education of dentists, based on integral care for deaf to increase the level of satisfaction of them in health service and the communication with the dental team.