Pastoral Pública: a possibilidade de uma práxis a partir da Teologia Pública

Protestantismo em Revista

Endereço:
Rua Amadeo Rossi, 467, Morro do Espelho, São Leopoldo, RS
/ RS
93.030-220
Site: http://www.est.edu.br/periodicos/index.php/nepp
Telefone: (51) 2111-1400
ISSN: 16786408
Editor Chefe: Oneide Bobsin
Início Publicação: 31/05/2002
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Teologia

Pastoral Pública: a possibilidade de uma práxis a partir da Teologia Pública

Ano: 2012 | Volume: 27 | Número: 27
Autores: Alonso Gonçalves
Autor Correspondente: Alonso Gonçalves | [email protected]

Palavras-chave: Teologia Pública, Pastoral, Cidade, Igreja.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A Teologia Pública está sendo discutida no Brasil há pouco
tempo. Embora tenha se originado nos Estados Unidos,
como discurso e práxis se deu de forma visível na África do
Sul. No Brasil, a Teologia Pública tem algumas peculiaridades
e dificuldades. A sua peculiaridade se dá devido à Teologia da
Libertação ter as mesmas propostas dialogais e mediações
sociais; a dificuldade, para o que se propõe a Teologia Pública,
é quanto à confessionalidade e a pluralidade religiosa que se
torna um fator de impedimento quando se trata de discurso
homogêneo para a sociedade brasileira e latino-americana de
um modo geral. Este texto compõe parte de uma reflexão que
tem como pano de fundo a Teologia Pública, mas quer
procurar outro viés para dialogar com a cultura e a pósmodernidade.
Esse viés seria a Pastoral em sua dimensão
pública.



Resumo Inglês:

Public theology is being discussed in Brazil recently. Although
it originated in the United States, as discourse and practice took
place visibly in South Africa Public Theology in Brazil has
some peculiarities and difficulties. Its peculiarity is due to
liberation theology have the same proposals dialogic and
social mediations, the difficulty to what is proposed Public
theology is about the denominational and religious plurality
which becomes a deterrent factor when it comes to speech
homogeneous for the Brazilian society and Latin American in
general. This paper comprises part of a debate that has as its
background the Public Theology, but want to look for
another perspective to dialogue with the culture and
postmodernism. This bias would be the Pastoral in its public
dimension.