Palavras: as Investigações Filosóficas de Ludwig Wittgenstein

Revista Sísifo

Endereço:
Av. Transnordestina, s/n
Feira de Santana / BA
44036-900
Site: http://www.revistasisifo.com
Telefone: (75) 9880-7931
ISSN: 2359-3121
Editor Chefe: Yves São Paulo e Marcelo Vinicius
Início Publicação: 31/12/2014
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Filosofia

Palavras: as Investigações Filosóficas de Ludwig Wittgenstein

Ano: 2015 | Volume: 1 | Número: 2
Autores: A. Fatturi
Autor Correspondente: Yves São Paulo e Marcelo Vinicius | sisif[email protected]

Palavras-chave: Wittgenstein, Palavras, Linguagem,

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

As "Investigações filosóficas" de Ludwig Wittgenstein constituem uma obra filosófica sui generis, capaz de nos deixar perplexos após uma primeira leitura. Ao lermos pela primeira vez o texto notamos que as palavras são facilmente acessíveis, isto é, a obra não apresenta um vocabulário técnico ao estilo de Edmund Husserl ou de muitos filósofos da tradição analítica na filosofia. Antes nos deparamos com uma linguagem ordinária, comum. Ao mesmo tempo, Wittgenstein nos fornece exemplos para ilustrar seus argumentos e estes exemplos são considerações sobre situações triviais, tais como estudantes a quem se ensina calcular, a derivar retas, curvas, a derivar caminhos a partir de esquemas simples contendo apenas letras e setas (;2, ;143, ;185), diferentes tipos de jogos. O texto é repleto de exemplos e um mesmo exemplo se repete várias vezes sob diferente foco de atenção (;2 e ;185). Ao mesmo tempo, não temos um texto corrido, por assim dizer, com divisões por capítulos. Antes o livro todo é composto por seções, as quais são numeradas e cada seção é composta por parágrafos não muito longos.