O Reflexo da Crise Política e Econômica Brasileira na Gestão do Capital de Giro das Empresas Listadas no Ibovespa entre 2014 a 2016

Revista Mineira de Contabilidade

Endereço:
Rua Cláudio Manoel - 639 - Savassi
Belo Horizonte / MG
30140-105
Site: http://revista.crcmg.org.br
Telefone: (31) 3269-8413
ISSN: 2446-9114
Editor Chefe: Profª. Dra. Nálbia de Araújo Santos
Início Publicação: 16/10/2000
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Ciências Sociais Aplicadas, Área de Estudo: Ciências Contábeis

O Reflexo da Crise Política e Econômica Brasileira na Gestão do Capital de Giro das Empresas Listadas no Ibovespa entre 2014 a 2016

Ano: 2019 | Volume: 20 | Número: 1
Autores: João Paulo Gomes Barbosa, Pedro Paulo Melo Arantes, Victor Hugo Teodoro Ferreira Sousa, Luciano Ferreira Carvalho, Karen Cristina e Sousa Ribeiro
Autor Correspondente: João Paulo Gomes Barbosa | [email protected]

Palavras-chave: capital de giro, crise, ibovespa

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A gestão do capital de giro engloba todos os recursos de curto prazo demandados pela empresa. Em tempos de crise política e econômica, esse tema se torna ainda mais relevante na administração das companhias. Assim, o objetivo deste estudo foi verificar o comportamento das empresas que compõem o Índice Bovespa em relação à gestão de curto prazo destas nos anos de 2014, 2015 e 2016, período considerado de crise no cenário político e econômico brasileiro. Para a análise do desempenho das empresas, foram utilizados os indicadores fundamentalistas, de liquidez, de atividade e de mercado. Como metodologia, aplicou-se o teste t de Student pareado (paramétrico). Já para as variáveis que não apresentaram distribuição normal, realizou-se o teste de Kruskal-Wallis (opção não paramétrica). No entanto, como não houve significância estatística, não se rejeita a hipótese principal (H0), que indica não terem ocorrido diferenças estatisticamente significativas entre as médias dos índices para os anos de 2014 a 2016.



Resumo Inglês:

Working capital management encompasses all the short-term resources demanded by the company. In times of crisis, this issue becomes even more relevant in the management of companies. Thus, the objective of this study was to verify the behavior of the companies that compose the Bovespa Index in relation to the short-term management of these in the years 2014, 2015 and 2016, a period considered a crisis in the Brazilian policy and economic scenarios. For the analysis of the performance of the companies, the fundamentalist, liquidity, activity and market indicators were used. The Student’s t-test (parametric) was applied as methodology. For the variables that do not present normal distribution, the Kruskal-Wallis test (non-parametric option) is performed. However, since there was no statistical significance, we do not reject the main hypothesis (H0), which indicates that there were no statistically significant differences between the averages of the indices for the years 2014 to 2016.