O falar de Deus: um olhar antropológico ao público evangélico

Protestantismo em Revista

Endereço:
Rua Amadeo Rossi, 467, Morro do Espelho, São Leopoldo, RS
/ RS
93.030-220
Site: http://www.est.edu.br/periodicos/index.php/nepp
Telefone: (51) 2111-1400
ISSN: 16786408
Editor Chefe: Oneide Bobsin
Início Publicação: 31/05/2002
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Teologia

O falar de Deus: um olhar antropológico ao público evangélico

Ano: 2012 | Volume: 27 | Número: 27
Autores: Anaxsuell Fernando da Silva
Autor Correspondente: Anaxsuell Fernando da Silva | [email protected]

Palavras-chave: Púlpito evangélico, Sermão, Antropologia da religião, Religião e esfera pública.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Este trabalho tem como ponto de partida o desejo de
compreender a importância do púlpito na sociedade
contemporânea. Para tanto, ao longo do percurso, discute sob
a mediação de instrumentos teóricos e analíticos a influência
dos discursos proferidos nas igrejas evangélicas de um bairro
periférico em Natal, capital do Rio Grande do Norte. A
ênfase é discutir – ao longo do caminho – o processo de
construção da vida social, da cosmovisão e da prática da
espiritualidade nos fiéis-ouvintes. E ainda, a especificidade das
prédicas às questões locais ou levantar a possibilidade de que
tais preleções seriam reverberações, em pequenas
comunidades, de discursos oriundos em círculos eclesiais em
regiões centrais. O processo de construção da pesquisa se deu
através de observações diretas em vários templos evangélicos
do referido bairro, sendo gravados alguns dos sermões
proferidos nos púlpitos, transcrevendo-os e analisando-os.
Buscou-se também entrevistas com os pregadores e ouvintes.
Tendo por perspectiva teórica que a linguagem não é um
meio neutro de reflexão ou descrição do mundo, a retórica
dos sermões nos púlpitos eclesiásticos é dirigida a um público
específico, que é (ou não) persuadido, pelos argumentos
apresentados e oferece algum sinal em reação ao que fora
comunicado. O ponto de chegada do trabalho é, pois, a
problematização da atuação da igreja na esfera pública, já que
esta opera como mediadora cultural e política para sua
comunidade de fiéis. Este trabalho assente com a proposição
epistemológica de que diálogo entre áreas do conhecimento
pode favorecer a compreensão do fenômeno. Por isto, traz
consigo o desejo de articular saberes e práticas da teologia,
sociologia, história e política pelo viés antropológico.



Resumo Inglês:

This paper tries to understand the importance of the pulpit in
contemporary society, it discusses the influence of speeches in
evangelical churches in an outlying neighborhood in Natal,
capital of Rio Grande do Norte. The emphasis is to discuss
the process of building a social life, the worldview and
practice of spirituality among the faithful listeners. The
construction process of the research was through direct
observation in several evangelical churches of that district,
being written some of the sermons delivered from the pulpits
of them, transcribing them and analyzing them. It also sought
interviews with preachers and listeners. Having a theoretical
perspective that language is not a neutral medium of
reflection or description of the world, the rhetoric of the
sermons in church pulpits are directed to a specific audience,
which is (or not) persuaded by the arguments presented and
provides a signal in response to what had been reported. The
culmination of work is thus the problematic role of the
church in the public sphere, since it operates as a mediator for
its cultural and political community of believers. This work
lies with the proposition that epistemological dialogue
between areas of knowledge can promote understanding of
the phenomenon, for it brings with it the desire to articulate
knowledge and practice of theology, sociology, history,
politics by anthropological bias.