Na defesa dos sagrados interesses: a greve dos ferroviários no sul da Bahia (Ilhéus e Itabuna, maio de 1927)

Mundos do Trabalho

Endereço:
Programa de Pós-Graduação em História – CFH, Campus Universitário – UFSC, Bairro Trindade
Florianópolis / SC
88040-970
Site: http://periodicos.ufsc.br/index.php/mundosdotrabalho/index
Telefone: (48) 3721-9359
ISSN: 19849222
Editor Chefe: Aldrin A. S. Castellucci
Início Publicação: 31/05/2009
Periodicidade: Anual
Área de Estudo: História

Na defesa dos sagrados interesses: a greve dos ferroviários no sul da Bahia (Ilhéus e Itabuna, maio de 1927)

Ano: 2019 | Volume: 11 | Número: Não se aplica
Autores: Philipe Murillo Santana de Carvalho
Autor Correspondente: Philipe Murillo Santana de Carvalho | [email protected]

Palavras-chave: ferroviários, greve, Sul da Bahia, Ilhéus

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O principal objetivo deste artigo é analisar a greve, ocorrida em 1927, dos ferroviários da Estrada de Ferro que ligava Ilhéus a Conquista. A paralisação dos ferroviários foi uma das principais mobilizações operárias do sul da Bahia na Primeira República, com a atuação de diversas agremiações proletárias de Ilhéus e de Itabuna em torno das atividades e da agenda na “defesa dos sagrados interesses”. Com contornos pacíficos e atuando nas brechas da política oligárquica, os ferroviários deram dimensões populares à greve, de modo a pressionar intendentes, parlamentares e associações patronais, utilizando-se do nacionalismo brasileiro contra os administradores ingleses da ferrovia. O artigo foi escrito a partir de matérias veiculadas em jornais, de relatórios institucionais e de correspondências coletadas em arquivos da Bahia e do Rio de Janeiro.



Resumo Inglês:

The main objective this article is to analyze the railroad workers strikes of the State of Bahia South-western Railway Co. Ltd.in 1927. The railroad workers strikes were one of the principal worker’s campaign in South Bahia during First Republic, with mobilization much working-class associations of Ilhéus and Itabuna city around of the activities and the schedule “in defense of sacred interests”. Of pacific way and acting inside of the oligarchic Politic, the railroad workers turn up popularity strikes, so that press over mayor, parliamentarians and patronal associations, and use themselves of the Brazilian nationalism against the English chiefs of the railway company. This article was writing from newspaper, institutionals reports and correspondence researched at archives from Bahia and Rio de Janeiro.