Mobile learning na educação contábil: uma análise do processo de adoção de tecnologia sob a percepção discente

Revista Mineira de Contabilidade

Endereço:
Rua Cláudio Manoel - 639 - Savassi
Belo Horizonte / MG
30140-105
Site: http://revista.crcmg.org.br
Telefone: (31) 3269-8413
ISSN: 2446-9114
Editor Chefe: Profª. Dra. Nálbia de Araújo Santos
Início Publicação: 16/10/2000
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Ciências Sociais Aplicadas, Área de Estudo: Ciências Contábeis

Mobile learning na educação contábil: uma análise do processo de adoção de tecnologia sob a percepção discente

Ano: 2017 | Volume: 18 | Número: 2
Autores: Daniel Ramos Nogueira, Eloisa Maistro Bornal, Eder Aparecido Barbante Junior, Isabela Naozuka Matsuoka
Autor Correspondente: Daniel Ramos Nogueira | [email protected]

Palavras-chave: tecnologia, ensino, contabilidade, celular, aplicativo

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Atualmente, o uso da tecnologia no cotidiano tem se tornado constante. Seja para comunicação, leitura, serviços bancários ou qualquer outra atividade, cada dia mais o celular aparece como solução para as demandas rotineiras. Contudo, seu uso no ambiente educacional ainda é restrito, deixando de contribuir de forma significativa para o processo de ensino-aprendizagem. Em complemento, nota-se que a geração de estudantes é composta, em grande parte, por integrantes das chamadas Gerações Z e Y, que têm ampla afinidade com a tecnologia. Considerando este contexto, a presente pesquisa buscou identificar quais fatores afetam a adoção do aplicativo Contábil Quiz pelos discentes do curso de Ciências Contábeis. Foi realizada uma pesquisa de campo utilizando o questionário como instrumento de coleta de dados, por meio do qual se verificou quais os fatores, segundo o modelo Unified Theory of Acceptance and Use of Technology (UTAUT), afetam a intenção de uso do aplicativo. Foram pesquisados 82 estudantes do primeiro ano do curso de Ciências Contábeis de uma universidade paranaense. Após a análise, utilizando a modelagem de equações estruturais, pôde-se perceber que os fatores mais significativos foram Expectativa de Desempenho, Expectativa de Esforço e Influência Social. Os resultados têm potencial para contribuir do ponto de vista prático, sugerindo a adoção do recurso em mais universidades, uma vez que a pesquisa demonstrou que os estudantes têm interesse na sua adoção e percebem que ela pode trazer benefícios (Expectativa de Desempenho) e que o processo de adoção não será complexo (Expectativa de Esforço).



Resumo Inglês:

Nowadays, the use of technology in daily life has become constant. Either for communication, reading, banking or any other activity. More than ever the cell phone appears as a solution to the routine demands. However, its use in the educational environment is still restricted, failing to contribute significantly to the teaching-learning process. In addition, it is noted that the generation of students is composed largely of members of the so-called Generation Z and Y, which has great affinity with technology. Considering this context, this research seeks to identify which factors affect the adoption of the Accounting App Quiz by the students of the Accounting Sciences course. A field survey was carried out using the questionnaire as the data collection instrument that verified which factors affect the intention of the application use, according to the model Unified Theory of Acceptance and Use of Technology (UTAUT). Eighty-two first year students of Accounting Sciences of a university in Paraná were surveyed. After the analysis, using the structural equation modeling, it was observed that the factors that were significant were Performance Expectation, Effort Expectation and Social Influence. The results of the research have the potential to contribute from the practical point of view suggesting the adoption of the resource in more universities, since the research showed that the students are interested in adopting it, they realized that it can be beneficial (Performance Expectation) and the process will not be complex (Effort Expectation).