A mistagogia das ações litúrgicas em Cirilo de Jerusalém

Atualidade Teológica

Endereço:
Rua Marquês de São Vicente, 225 - Departamento de Teologia - PUC-Rio - Gávea
Rio de Janeiro / RJ
22451-900
Site: http://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/rev_ateo.php?strSecao=INDEX
Telefone: (21) 03527-1974
ISSN: 16763742
Editor Chefe: Maria Teresa de Freitas Cardoso
Início Publicação: 30/11/1997
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Teologia

A mistagogia das ações litúrgicas em Cirilo de Jerusalém

Ano: 2016 | Volume: 20 | Número: 52
Autores: Rosemary Fernandes da Costa
Autor Correspondente: R. F. Costa | [email protected]

Palavras-chave: Mistagogia, Cirilo de Jerusalém, Ação Litúrgica, Catequeses Mistagógicas.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

A compreensão de liturgia presente nas Homilias de Cirilo de Jerusalém
e seus contemporâneos nos convida a resgatar o lugar teológico da liturgia na
experiência cristã. Nesta concepção, a pessoa se identifi ca com Cristo em sua
centralidade salvífi ca e a relação entre liturgia e vida sacramental é integrada.
É uma experiência que potencializa a formação dos neófi tos, pois nela se
reúnem as condições da própria dinâmica da Revelação: a iniciativa de Deus,
a ação sacramental, a confi guração em Cristo Jesus, a revisão e mudança de
vida, o testemunho e o compromisso comunitário-eclesial.
Deixando-nos conduzir por Cirilo de Jerusalém, observamos que os ritos
litúrgicos têm valor sacramental. Não são apenas representativos, no sentido
simbólico, mas são performativos, confi gurando cada fi el que experimenta a
liturgia, em Cristo Jesus; ou seja, a centralidade destes é o valor sacramental,
de inserção de cada pessoa e da existência humana, no Mistério pascal.
Em suas Catequeses, ao tratar da dimensão simbólica da liturgia, Cirilo
conduz os neófi tos para a grandeza do Mistério que é vivido. A participação
de cada pessoa, de cada cristão, no Mistério pascal constitui não apenas um
gesto singular, mas pela própria sacramentalidade das ações litúrgicas, participa
da dinâmica da Revelação, a qual tudo conduz para o Reino de Deus.



Resumo Inglês:

The liturgy conception in the Homilies of Cyril of Jerusalem and his contemporaries
invite us to rescue the theological place of the liturgy in Christian
experience. In this conception, the person identifi es himself with Christ in his
salvifi c centrality and the relationship between liturgy and sacramental life is
integrated. It is an experience that enhances the formation of the neophytes,
as it brings together the conditions of the dynamic of Revelation: God’s initiative,
the sacramental action, the confi guration in Jesus Christ, the review and
change of life, the witness and the community-eclesial commitment.
Leaving us to lead by Cyril of Jerusalem, we note that the liturgical rituals
have sacramental value. They are not only representative, but performative,
confi guring each faithful that experiments the liturgy in Jesus Christ, it
means that the centrality of them is the sacramental value, that inserts each
person and human existence, in the paschal Mystery.
In his Catecheses, speaking of the symbolic dimension of the liturgy,
Cyril leads the neophyte to the greatness of the Mystery that is lived. The
participation of each person, each Christian, in the paschal Mystery is not
just a singular gesture, but through the sacramentality of liturgical actions,
they participates in the dynamics of Revelation, which leads all to the Kingdom
of God.