Juventudes e Discernimento Vocacional: breve reflexão sobre o Sínodo dos Bispos na perspectiva da antropologia vocacional

Pesquisas em Teologia

Endereço:
Rua Marquês de São Vicente - 225 - Gávea
Rio de Janeiro / RJ
22451900
Site: http://periodicos.puc-rio.br/index.php/pesquisasemteologia/index
Telefone: (21) 3527-1974
ISSN: 2595-9409
Editor Chefe: Prof. Dr. Abimar Oliveira de Moraes
Início Publicação: 05/12/2018
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Teologia

Juventudes e Discernimento Vocacional: breve reflexão sobre o Sínodo dos Bispos na perspectiva da antropologia vocacional

Ano: 2018 | Volume: 1 | Número: 2
Autores: E. Conceição
Autor Correspondente: E. Conceição | [email protected]

Palavras-chave: Juventude, Sínodo dos Bispos, vocação, pastoral juvenil.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Este artigo reflete sobre a dimensão antropológica da vocação que emana do tema,  processo de preparação e realização do Sínodo dos Bispos, que ocorreu entre os dias 03 e 28 de outubro de 2018. Essa dimensão antropológica abrange todos os jovens e não somente os participantes das comunidades religiosas. O chamado (vocação) é um dado antropológico, ou seja, diz respeito a todos e é sentido como uma provocação interior que exige respostas no quotidiano e se torna um modo de conduzir a vida à luz das motivações e valores interiores. A partir desta compreensão vocacional é possível projetar caminhos novos para a Pastoral Juvenil no Brasil, caminhos que podem ajudar os jovens a reconhecerem-se como criados, chamados e amados por Deus num modo de integração pastoral com toda existência humana. Por isso, a Pastoral Juvenil deve ser orientada a se organizar a partir deste eixo fundamental: a vocação, para dar chaves de crescimento integral a todos os jovens.Este artigo reflete sobre a dimensão antropológica da vocação que emana do tema, processo de preparação e realização do Sínodo dos Bispos, que ocorreu entre os dias 03 e 28 de outubro de 2018. Essa dimensão antropológica abrange todos os jovens e não somente os participantes das comunidades religiosas. O chamado (vocação) é um dado antropológico, ou seja, diz respeito a todos e é sentido como uma provocação interior que exige respostas no quotidiano e se torna um modo de conduzir a vida à luz das motivações e valores interiores. A partir desta compreensão vocacional é possível projetar caminhos novos para a Pastoral Juvenil no Brasil, caminhos que podem ajudar os jovens a reconhecerem-se como criados, chamados e amados por Deus num modo de integração pastoral com toda existência humana. Por isso, a Pastoral Juvenil deve ser orientada a se organizar a partir deste eixo fundamental: a vocação, para dar chaves de crescimento integral a todos os jovens.



Resumo Inglês:

This article reflects on the anthropological dimension of the vocation that emanates from the theme, process of preparation and realization for the Synod of Bishops, which will take place between 03 and 28 October 2018. This dimension anthropological encompasses all youth and not only the participants in religious communities. The call (vocation) is an anthropological fact, that is, it concerns everyone and is felt as an inner provocation that demands answers in everyday life and becomes a way of conducting life in the light of inner motivations and inner values. From this vocational understanding it is possible to project new paths for Youth Ministry in Brazil, ways that can help youth to recognizes themselves as created, called and loved by God in a way of pastoral integration with all human existence. Therefore, Youth Ministry should be guided to organize from this fundamental axis: the vocation, to give keys of integral growth to all the young people.