IMPORTÂNCIA DA GINÁSTICA LABORAL NA FLEXIBILIDADE DE COLUNA EM SERVIDORES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO

Arquivos de Ciências da Saúde da Unipar

Endereço:
Praça Mascarenha de Moraes, 4282 - UNIPAR - Zona III
Umuarama / PR
87502210
Site: http://revistas.unipar.br/saude
Telefone: (44) 3621-2812
ISSN: 1982-114X
Editor Chefe: Giuliana Zardeto
Início Publicação: 31/01/1997
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Ciências da Saúde

IMPORTÂNCIA DA GINÁSTICA LABORAL NA FLEXIBILIDADE DE COLUNA EM SERVIDORES DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO

Ano: 2022 | Volume: 26 | Número: 2
Autores: DIAS, S. S.; WEBER, M. G.; FLORES, L. J. F.; FERNANDES, E. V.
Autor Correspondente: FERNANDES, E. V. | [email protected]

Palavras-chave: Exercícios de Alongamento Muscular, Flexibilidade, Saúde do trabalhador, Muscle stretching exercises, Flexibility, Occupational health

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Introdução: os cuidados com os trabalhadores é uma importante questão de saúde pública. Objetivo: avaliar os efeitos da ginástica laboral (GL) na flexibilidade da coluna cervical e lombar de servidores do hospital universitário. Materiais e Métodos: trata-se de um estudo experimental. Participaram do estudo, 50 colaboradores distribuídos em dois grupos: Controle (CTL, n=25) e Experimental (EXP, n=25). O grupo CLT não participou das aulas de GL e o grupo EXP realizou 16 sessões de GL, quatro vezes por semana, por quatro semanas. A flexibilidade da coluna cervical e lombar dos participantes foi realizada em dois momentos, antes de iniciarem o programa de GL e após 16 sessões. Resultados: foi verificado que a prática de GL resultou em um aumento da flexibilidade cervical. Em relação à coluna lombar, o período de intervenção não impediu a redução da flexibilidade, no entanto, essa redução foi 50% menor no grupo EXP quando comparado ao grupo CTL. Conclusão: o programa de GL é uma estratégia de intervenção fundamental para a saúde do trabalhador, visto que a flexibilidade é um importante componente da atividade física relacionada à saúde.



Resumo Inglês:

Introduction: care of workers is an important public health issue. Objective: to evaluate the effects of occupational gymnastics (OG) on the flexibility of the cervical and lumbar spine of employees at the university hospital. Materials and Methods: this is an experimental study. A total of 50 employees participated in the study, divided into two groups: Control (CTL, n = 25) and Experimental (EXP, n = 25). The CLT group did not participate in the OG classes and the EXP group had 16 OG sessions, which took place four times a week, for four weeks. The flexibility of the cervical and lumbar spine of the participants was assessed in two moments, before starting the OG program and after 16 sessions. Results: it was observed that the practice of OG resulted in an increase in cervical flexibility. Regarding the lumbar spine, the intervention period did not prevent the reduction in flexibility; however, this reduction was 50% lower in the EXP group when compared to the CTL group. Conclusion: the OG program is a fundamental intervention strategy for workers’ health, since flexibility is an important component of physical activity related to health.