A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DE CUSTOS NA FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA: UM ESTUDO DE CASO EM UMA INDÚSTRIA QUÍMICA DE MÉDIO-GRANDE PORTE

ABCustos

Endereço:
Avenida Unisinos - 950 - Cristo Rei
São Leopoldo / RS
93022750
Site: https://www.abcustos.emnuvens.com.br/abcustos/index
Telefone: (51) 9406-0625
ISSN: 1980-4814
Editor Chefe: Clóvis Antônio Kronbauer
Início Publicação: 01/05/2006
Periodicidade: Quadrimestral

A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DE CUSTOS NA FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA: UM ESTUDO DE CASO EM UMA INDÚSTRIA QUÍMICA DE MÉDIO-GRANDE PORTE

Ano: 2014 | Volume: 9 | Número: 1
Autores: Cleuber Rafael dos Santos, Edvalda Araújo Leal, Gilberto José Miranda
Autor Correspondente: Cleuber Rafael dos Santos | [email protected]

Palavras-chave: contabilidade de custos, gestão de custos, formação do preço de venda.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

O estudo teve como objetivo identificar a influência da gestão de custos para a formação do preço de venda em uma indústria química de médio-grande porte situada na cidade de Uberlândia. Para atingir esse objetivo realizou-se um estudo de caso, sendo a pesquisa caracterizada, também, como descritiva e qualitativa. Os resultados do estudo mostram que na empresa os custos diretos são apurados conforme recomendado na literatura. Contudo, são utilizados critérios de rateio para os custos e despesas fixas e variáveis, adotando um percentual fixo de 18% para esses gastos. Esse rateio contém um grau de arbitrariedade, uma vez que, por exemplo, a mão de obra direta é rateada entre as duas linhas de produção de acordo com um percentual que é repassado mensalmente pelo gerente de produção para o setor de controladoria.



Resumo Inglês:

This case study aimed to identify the influence of cost management on the formation of sale price of a medium-large chemical company in the city of Uberlândia. This study is characterized as descriptive and the approach is qualitative. The results show that the company accounts for its direct costs as recommended in the literature. However, the company uses apportionment criteria for fixed and variable costs at a fixed percentage of 18% for these expenses. This apportionment contains a degree of arbitrariness, because, for example, direct labor is apportioned between the two production lines according to a percentage that is reported monthly by the production manager to the control sector.