FATORES ASSOCIADOS AO SUCESSO DO TRATAMENTO CIRÚRGICO DAS RECESSÕES GENGIVAIS: REVISÃO DA LITERATURA

Revista Ciência Plural

Endereço:
Av. Senador Salgado Filho 1787, Lagoa Nova
Natal / RN
59056-000
Site: http://www.periodicos.ufrn.br/rcp
Telefone: (84) 3442-2338
ISSN: 2446-7286
Editor Chefe: Iris do Céu Clara Costa
Início Publicação: 31/12/2014
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Saúde coletiva

FATORES ASSOCIADOS AO SUCESSO DO TRATAMENTO CIRÚRGICO DAS RECESSÕES GENGIVAIS: REVISÃO DA LITERATURA

Ano: 2016 | Volume: 2 | Número: 2
Autores: Anderson Nicolly Fernandes-Costa, Daniel Ferreira do Nascimento, Ana Rafaela Luz de Aquino Martins, Euler Maciel Dantas, Bruno César de vasconcelos Gurgel
Autor Correspondente: Anderson Nicolly Fernandes-Costa | [email protected]

Palavras-chave: Retração gengival. Tabaco. Abrasão dentária. Resultado do tratamento.

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Introdução: A recessão gengival é uma condição de alta prevalência que leva a exposição radicular causando
queixas estéticas e sintomáticas e cujo tratamento pode ser de difícil execução caso fatores complicadores
estejam associados. Objetivo: Realizar uma revisão da literatura para discutir a influência de determinados
fatores sobre os resultados dos procedimentos para recobrimento radicular. Métodos: Artigos foram
selecionados nas bases de dados Pubmed, Scopus, Web of Science, Scielo e LILACS. Os critérios de escolha
dos artigos foram: escritos em Inglês, Espanhol, Francês ou Português e que fossem classificados como ensaios
clínicos. Resultados: A busca resultou em 20 artigos selecionados que avaliaram e discutiram sobre os
possíveis fatores influenciadores como fumo (11), lesão cervical não cariosa (5), biótipo periodontal (4) e
anatomia local (1). Discussão: O fumo foi o fator mais discutido na literatura cujos resultados mostram que pode
interferir negativamente no tratamento cirúrgico da recessão gengival, embora pacientes fumantes possam
apresentar bons resultados desde que façam um bom controle do biofilme dentário. Os artigos sobre lesão
cervical não cariosa mostram que os resultados do recobrimento radicular são iguais, em curto e em longo prazo,
independente da lesão cervical não cariosa estar restaurada ou não ou com qual material restaurador. Indivíduos
que apresentam biótipo periodontal espesso apresentaram melhor prognóstico quanto ao recobrimento radicular.
Conclusão: O tratamento da recessão gengival é complexo devido estar ligado a vários fatores relacionados ao
indivíduo, desde fatores anatômicos a hábitos que o mesmo apresente. A literatura demonstra que o fumo é um
dos fatores que limitam a previsibilidade do tratamento das recessões gengivais.



Resumo Inglês:

Introduction: Gingival recession is a high prevalence condition that leads to root exposure causing aesthetic and
symptomatic complaints and whose treatment can be difficult to perform when factors are associated with.
Objective: To perform a literature review to discuss the influence of some factors on the results of root coverage
procedures. Methods: Articles were selected in data basis Pubmed, Scopus, Web of Science, Scielo, and
LILACS. The inclusion criteria were the language in English, Spanish, French, and Portuguese as well as
classified as clinical trials. Results: The search resulted in twenty articles selected which was evaluated and
discussed about possible influencing factors such as smoking (11), non-carious cervical lesion (5), periodontal
biotype (4), and local anatomy (1). Discussion: Smoking was the most discussed factor whose results
demonstrate that it can adversely affect the result of surgical treatment for gingival recession, although smokers
can present good results as long as they present a good control of the biofilm. Non-carious cervical lesion articles
showed that the results of root coverage are the same, in short and long follow-up, regardless of whether the noncarious
cervical lesion was restored or not as well as which restorative material was used. Individuals with thick
periodontal biotype have a better prognosis regarding root coverage. Conclusions: The treatment of gingival
recession is complex because it is linked to several factors related to the individual, anatomical factors and
patients’ habits. The literature demonstrates that smoking is one of the factors that limit the predictability of
treatment of gingival recessions.