FATORES ASSOCIADOS À CONSTITUIÇÃO DE COMITÊS DE AUDITORIA NAS EMPRESAS COM AÇÕES NEGOCIADAS NA BM&FBOVESPA

Revista Mineira de Contabilidade

Endereço:
Rua Cláudio Manoel - 639 - Savassi
Belo Horizonte / MG
30140-105
Site: http://revista.crcmg.org.br
Telefone: (31) 3269-8413
ISSN: 2446-9114
Editor Chefe: Profª. Dra. Nálbia de Araújo Santos
Início Publicação: 16/10/2000
Periodicidade: Quadrimestral
Área de Estudo: Ciências Sociais Aplicadas, Área de Estudo: Ciências Contábeis

FATORES ASSOCIADOS À CONSTITUIÇÃO DE COMITÊS DE AUDITORIA NAS EMPRESAS COM AÇÕES NEGOCIADAS NA BM&FBOVESPA

Ano: 2016 | Volume: 17 | Número: 1
Autores: Raphael Vinicius Weigert Camargo, Leonardo Flach
Autor Correspondente: Raphael Vinicius Weigert Camargo | [email protected]

Palavras-chave: constituição de comitês, comitê de auditoria, governança corporativa

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Este estudo teve por objetivo identificar os fatores associados à constituição de comitês de auditoria nas empresas negociadas na BM&FBovespa. A partir da literatura foram observados dez fatores associados à constituição de comitês de auditoria. Estes fatores foram testados empiricamente nesta pesquisa para identificação de características aplicáveis ao contexto brasileiro. O estudo foi desenvolvido com sustentação da Teoria da Agência, como pesquisa documental, com abordagem quantitativa, mediante análise de dados relativos ao ano de 2013. A amostra foi composta por 116 empresas, e os dados analisados obtidos por meio de demonstrações contábeis e formulários de referência. A análise de dados foi efetivada com o uso da regressão logística. Os resultados indicaram que empresas maiores e do nível de governança corporativa ‘Novo Mercado’ estão mais propensas à existência de comitês de auditoria. Por outro lado, companhias do setor de consumo não cíclico e com maiores proporções de ativos mantidos (assets in-place) estão menos sujeitas à existência de comitês de auditoria. Para os demais fatores investigados não houve constatação de associações significantes com a existência de comitês de auditoria.



Resumo Inglês:

This study aims to identify factors associated to audit committees establishment in companies traded in BM&FBOVESPA. It was observed on the literature ten factors considered associated to audit committees establishment. These factors were tested empirically in this study for identification of applicable characteristics to Brazilian context. The study was developed with support from the Agency Theory, as documentary research with a quantitative approach, through analysis of 2013 fiscal year data. The sample comprised 116 companies and the analyzed data were obtained through financial statements and reference form (similar to US Form 20-F). Data analysis was performed using logistic regression. The results indicate that larger companies and the level of corporate governance “Novo Mercado” are more likely to audit committee existence. Conversely, companies in the non-cyclical consumer sector and higher assets in-place ratios are less likely to audit committee existence. For other factors investigated there were no significant association findings with the audit committee existence.