A expressividade dos estrangeirismos na poesia de Carlos Drummond de Andrade

Domínios De [email protected]

Endereço:
Av. João Naves de Ávila, 2121 - Sala 1U-206 - Santa Mônica
Uberlândia / MG
38408-144
Site: http://www.seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem
Telefone: (34) 3239-4162
ISSN: 19805799
Editor Chefe: Guilherme Fromm
Início Publicação: 31/05/2007
Periodicidade: Trimestral
Área de Estudo: Linguística

A expressividade dos estrangeirismos na poesia de Carlos Drummond de Andrade

Ano: 2007 | Volume: 1 | Número: 1
Autores: E. A. Cardoso
Autor Correspondente: E. A. Cardoso | [email protected]

Palavras-chave: estrangeirismos, estilística, Carlos Drummond de Andrade

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Na obra poética drummondiana percebe-se que o autor utiliza vocábulos procedentes das mais variadas línguas. O objetivo é mostrar que, na grande maioria das vezes, os estrangeirismos são utilizados como um recurso estilístico. Ou o poeta pretende dar a seu texto autenticidade, ao se referir a pessoas de outras nacionalidades e a outros países, ou escolhe a palavra estrangeira por ela ser mais expressiva do que a vernácula.