ESTIMATIVA DAS CARGAS DE EFLUENTES INDUSTRIAIS NA BACIA HIDROGRÁFICA TAQUARI-ANTAS

Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul

Endereço:
Avenida Borges de Medeiros, 1501/9º andar.
Porto Alegre / RS
90119-900
Site: http://planejamento.rs.gov.br/boletim-geografico
Telefone: (51) 3288-1539
ISSN: 24467251
Editor Chefe: Laurie Fofonka Cunha
Início Publicação: 30/06/1955
Periodicidade: Semestral
Área de Estudo: Geografia

ESTIMATIVA DAS CARGAS DE EFLUENTES INDUSTRIAIS NA BACIA HIDROGRÁFICA TAQUARI-ANTAS

Ano: 2017 | Volume: 0 | Número: 29
Autores: S. T. R. Gomez, L. C. P. Silva Filho, A. C. Passuello
Autor Correspondente: S. T. R. Gomez | [email protected]

Palavras-chave: Efluentes industriais; Potencial poluidor; IPPS

Resumos Cadastrados

Resumo Português:

Os recursos hídricos representam, para a sociedade e o ambiente, um papel de suma importância. Em termos de sociedade relacionamos os múltiplos usos que se fazem destes, sem esquecer que o principal uso é para o consumo e abastecimento das necessidades primárias. Já, em termos de meio ambiente, sabemos que são os pilares para o suporte e desenvolvimento da biodiversidade e produção de biomassa na terra. A destinação dos resíduos industriais é uma preocupação na atualidade, e mesmo as indústrias sendo obrigadas a tratar seus resíduos antes de despejá-los nos corpos hídricos, não o estão executando com eficiência. Uma das razões que levam a esta situação é a falta de conhecimento dos efeitos que seus resíduos podem ocasionar, deixando-os em um segundo plano, outra razão é o orçamento elevado que se requer para investir em uma estação de tratamento de efluentes, considerando não somente a construção, mas também a demanda que exige a sua manutenção. A ideia parte do
pressuposto de que é difícil acessar as informações referentes aos efluentes industriais gerados, sendo muitas vezes desconhecida a atividade industrial presente. Indo ao encontro da busca de soluções para esta problemática se realizou uma estimativa da carga de potencial poluidor dos efluentes industriais, tendo como área de estudo a bacia hidrográfica Taquari-Antas. Um total de 393 indústrias foram classificadas em 24 setores. O potencial poluidor de Metais da Água (MA), Tóxicos da Água (TA), Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO) e Sólidos em Suspensão Totais (SST) para o meio aquático foi estimado através da metodologia The Industrial Pollution Projection System (IPPS).



Resumo Inglês:

The water resources represent for society and the environment a role of paramount importance. In terms of society relate to the multiple uses that make these, without forgetting that the main use is for the consumption and supply of primary needs. In terms of the environment we know that they are the pillars for the support and development of biodiversity and biomass production on earth. The allocation of industrial waste is a concern today, and even of industries are obliged to treat their waste before evict them in bodies of water, are not running efficiently. One of the reasons that lead to this situation is the lack of knowledge of the effects that their waste can cause, leaving them in a second plan, and the budget level that is required to invest in an effluent treatment plant, considering not only the construction, but also the demand that requires maintenance. The idea is based on the assumption that it is difficult to access the information relating to industrial effluents generated, being many times, even unknown, industrial activity present. Going to the search for solutions to this problem was an estimate of the load of potential polluter of industrial effluents, having as an area of study the watershed Taquari-Antas. A total of 393 industries were classified into 24 sectors. The potential polluter of metals from the water (MA), Toxic water (TA), biochemical oxygen demand (BOD) and Suspended Solids (TSS) in the aquatic environment was estimated by the methodology The Industrial Pollution Projection System (IPPS).